Projeto leva arte para deficientes visuais

Boletim Claro que é do Bem

Projeto leva arte para deficientes visuais

Publicado em: 23/12/2016

Artes plásticas, especialmente grandes pinturas, são difíceis de transmitir apenas em palavras para deficientes visuais. Pensando nisso, foi criado o projeto Tato. Com uma impressora 3D, obras famosas são criadas como esculturas digitais e podem ser tocadas.

O objetivo do Projeto Tato é produzir obras de pintores consagrados, representando diferentes momentos da história da arte. Para viabilizar a ideia, os sócios criaram um edital da Lei Rouanet e procuram parcerias com empresas e Fundos de Impacto Social.

Agora, o Tato esta ganhando outra novidade: a audição. Sensores inteligentes espalhados pela obra, que detectam o movimento do visitante, reproduzem audiodescrições para detalhar aspectos dos quadros. O projeto esteve em exposições de São Paulo e tem a missão de tornar a arte mais acessível em museus de todo o mundo.

Fonte: Hypeness

Comentários