Entretenimento

  1. Entretenimento
  2. Entretenimento
  3. Top 5 músicas que parecem românticas mas não são
Imagem: Foto de freestocks.org no Pexels

Top 5 músicas que parecem românticas mas não são

RádioCast ajudando a evitar passar pelo constrangimento de dedicar uma dessas músicas à pessoa amada


Por Bruno Matos

Os números falam por si. Pesquisa do Data Popular aponta que apenas 5% da população Brasileira fala inglês. Sendo que desses, só 1% é realmente fluente no idioma. As consequências disso são muitas, como dificuldade em se comunicar mundo afora, um certo isolamento inevitável, além de uma boa dose de gafes divertidas. E a maioria delas acontece por aqui mesmo. Afinal, somos ávidos consumidores de Cultura Pop, mesmo que esta não seja falada em nossa língua.

Por exemplo, não é incomum acompanharmos declarações de amor usando, como tema, uma canção que diz o quanto o amor é ruím. Ou mesmo, pedidos de casamento com aquela música falando sobre separação. Isso pode passar despercebido por quem não é muito versado no inglês, mas não deixa de ser uma tremenda mancada.

E pra evitar que você passe pelo constrangimento de dedicar à pessoa amada uma linda canção que fala sobre uma “Capivara manca”, o RadioCast de hoje apresenta seu Top 5 Músicas Românticas “só que não”.

TOP 5 - Every Breath you take – The Police

“Cada suspiro que você der, cada movimento que você fizer, cada laço que você quebrar, cada passo que você der, eu estarei te observando”. Taí, uma letra que se encaixaria como uma luva em uma fala de um filme de terror.

Isso porque, Every Beath you take da banda The Police, pode até parecer fofinha à primeira ouvida, mas é uma canção que fala sobre uma profunda obsessão e uma relação essencialmente abusiva. E a coisa só piora no refrão: “Oh, você não enxerga? Você pertence a mim. Como o meu pobre coração sofre com cada passo que você dá.”

O próprio Sting já se manifestou dizendo que a música é sobre ciúme e sentimento de posse. O curioso é que, mesmo sendo composta em 1983, a letra pode ser encarada como algo bem atual, descrevendo com exatidão o perfil e comportamento da figura do Stalker.

TOP 4 - Because of you – Kelly Clarkson

Vencedora do reality show musical “American Idol” de 2002, Kelly Clarkson despontou para o mundo como uma grande cantora e uma fábrica de baladas de sucesso. Mas, não se engane, nem todas são românticas.

É o caso de Because of you, ou “Por sua causa”, grande hit do segundo álbum da americana que, apesar de sugerir por seu ritmo e melodia uma paixão avassaladora, não fala nada disso.

Sem papas na língua, em Because of you, Kelly Clarkson descreve a relação conturbada que teve com os seus pais e de toda mágoa e consequências de ter vivido em uma família disfuncional. O que fica claro no refrão, em que ela diz: “Por sua causa, eu acho difícil confiar. Não só em mim mesma, mas em todos a minha volta. Por sua causa, eu tenho medo.”

A série de lamentações e acusações seguem por toda a letra com diversos momentos particularmente pesados. “Eu sou forçada a fingir um sorriso, uma risada, todos os dias da minha vida. Meu coração não pode se partir quando ele nunca esteve inteiro para início de conversa”.

Triste, né?! Portanto, se for pra esquentar um momento à dois, é bom evitar Because of you.

TOP 3 - You’re beautiful – James Blunt

Ah, quem não curte ter seus atributos físicos exaltados pela pessoa amada??? Mas, se por acaso você usou a música de James Blunt para homenagear a sua namorada, esposa ou ficante, saiba que fez uma péssima escolha. Isso porque toda a letra se dá na perspectiva de um cara maluco que, do nada, fica imaginando “coisas” ao ver uma mulher acompanhada.

“Eu vi um anjo, disso tenho certeza. Ela sorriu para mim no metrô. Ela estava com outro homem, mas não perderei o sono com isso porque eu tenho um plano”. A música alcançou o topo das paradas do Reino Unido e Austrália em 2005 muito em função da excentricidade de sua proposta. “Você é linda, é verdade. Eu vi seu rosto na multidão e eu não sei o que fazer, porque eu nunca ficarei com você”.

Certa vez, James Blunt foi acometido por “sincericídio” ao se referir ao protagonista da letra: esse bebum perseguindo a namorada de outro devia era ser preso por ser um depravado! Palavras do compositor. Sim, o cara da música está totalmente embriagado: “eu não acho que a verei novamente, Mas nós compartilhamos um momento que durará até o fim”.

Vê se não é viagem de gente bêbada! Mas, se mesmo assim você quiser dedicar uma canção que diga o quanto “ela” é linda, a dica é “You are so Beautiful” de Joe Cocker. Vai nessa que não tem erro.

TOP 2 - Sexed up – Robbie Willams

E na segunda posição do nosso TOP 5 Músicas Românticas “só que não”, vai uma canção incrível do cantor britânico Robbie Willams. Toda a beleza do piano e som de cordas nos leva a viajar nesta música que fala sobre separação.

E não de um jeito melancólico ou mesmo respeitoso. Em Sexed up de 2003 temos trechos bem diretos ao ponto, como: “Por que nós não terminamos logo? Não há mais nada a dizer. Meus olhos estão fechados, rezando para não se perderem. E nós não nos sentimos mais atraídos, e isso é o que faz a diferença hoje. Eu espero que você se exploda!”

Toda a letra parece se dar bem no meio da “D.R. derradeira”: “Por que nós não falamos sobre isso? Eu estou bem aqui, não precisa gritar! Com o tempo nós esqueceremos. Vamos fingir que nunca nos conhecemos.” E a grosseria não para por aí: “Dane-se, eu não gostava do seu sabor. De qualquer maneira, eu te escolhi e já foi tudo gasto. É sábado, eu vou sair e achar outra você.”

Sinistro!!! A gente não recomenda, mas se quiser esculachar alguém, Sexed up de Robbie Willams é a pedida.

TOP 1 - More Than Words - Extreme

E agora a nossa medalha de ouro, e primeira colocada disparado no ranking de “Declarações de amor de quem não sabem falar inglês”. Trilha sonora ideal pra você pagar mico dizendo com todas as letras o quanto ama, enquanto a música fala que palavras não valem de nada.

“Dizendo eu te amo. Não são as palavras que eu quero ouvir de você”, assim começa a balada do Extreme de 1990. Segundo o vocalista e compositor da banda Gary Cherone, a canção fala sobre a banalização da frase “Eu te amo”.

“Mais do que palavras. É tudo que você precisa fazer para torná-lo real. Então você não teria que dizer que você me ama, porque eu já saberia”. Sim, More than words, ao contrário das outras, não deixa de ser uma música romântica, mas é um tapa na cara de quem só fala e não demonstra com ações.

“O que você diria se eu tirasse essas palavras? Então, você não poderia fazer coisas novas. Apenas dizendo que te amo.” O tom da música é de pura reclamação. Mas, ao menos, a letra sugeri a solução: “Tudo o que você precisa fazer é fechar os olhos. Apenas estenda suas mãos e me toque. Me segure perto, nunca me deixe ir”.

Portanto, pode usar More Than words para embalar o seu romance, desde que seu amor consiga ir além das palavras.

Colunistas

Carregando...

Enquete

Carregando...

Saiba mais