Turismo

  1. Entretenimento
  2. Turismo
  3. Cinco coisas que nenhum viajante pode deixar de fazer em Gramado e Canela
Imagem: Serra Press / Prefeitura de Gramado

Cinco coisas que nenhum viajante pode deixar de fazer em Gramado e Canela

A Serra Gaúcha tem atrações para todos os gostos e para todas as idades, conheça cinco que são imperdíveis na Região das Hortênsias


Por Marcello Oliveira

A Serra Gaúcha é um destino único no Brasil e encanta viajantes de todo o país que buscam conhecer a cultura e a gastronomia de pura influência europeia sem precisar sair do Brasil.

As queridinhas da Região das Hortênsias certamente são Gramado e Canela, distante cerca de duas horas de carro de Porto Alegre. O diferencial desta viagem começa ainda na estrada, no caminho entre a capital do estado e Gramado, quando as hortênsias, flor símbolo da região, roubam a cena no acostamento da rodovia, colorindo a paisagem.

Há opções de passeios e restaurantes alternativos em Canela e em Gramado, assim como em outras cidades da Serra Gaúcha, mas o viajante que chegar nessa região, que é uma das mais visitadas do Brasil não pode deixar de fazer alguns passeios tradicionais. Eles podem parecer clichê justamente pela popularidade, mas são imperdíveis. Confira a lista das cinco coisas tradicionais para se fazer em Gramado e em Canela.

Snowland

Esquiar no Brasil? Em qualquer época do ano? Como assim? Pode parecer estranho, mas temos sim uma estação de esqui aqui no Brasil, que fica em Gramado. O Snowland é uma estação de esqui indoor e por isso pode ser aproveitada em qualquer época do ano. É indicada para quem quer praticar algum esporte de neve, como ski e snowboard, mas também para quem quer apenas curtir a neve, o clima frio e tomar um bom chocolate quente. Apesar da temperatura chegar aos -05ºC, não se preocupe, pois as roupas térmicas estão inclusas no valor do ingresso. Passar o dia no Snowland pode não ser muito barato (ingressos variam de R$ 131 a R$ 329, dependendo do que o visitante escolher fazer), mas o investimento certamente é menor do que ir para Bariloche.

 Super Carros

É mais do que uma simples atração para quem gosta de carros. O Super Carros consegue encantar até mesmo aqueles mais alheios ao mundo automotivo, pois são mais de 40 modelos mundialmente conhecidos, vários que fizeram sucesso nas telas do cinema. Além de ser uma viagem no tempo, alguns dos modelos mais cobiçados do mundo como Mustang, Camaro, Corvette, Porsche, Lamborghini e Ferrari podem ser locados. É o único lugar do Brasil onde o visitante tem a oportunidade de alugar um carrão por algumas horas ou alguns minutos apenas. Dirigir esses carros vai te custar de R$ 90 até R$ 980.


Catedral de Canela

Também conhecida como Catedral de Pedra, a Igreja Nossa Senhora de Lourdes certamente é a construção mais famosa da Região das Hortensias. É cenário obrigatório para muitas fotos. A arquitetura de estilo gótico chama a atenção pela beleza e faz desta catedral de 1953 um dos locais mais visitados do Rio Grande do Sul. A missas ocorrem normalmente e na época de Natal, corais natalinos se apresentam e se somam ao brilho das luzes que enfeitam a igreja e toda a praça nesta época do ano.

Parque Caracol

É o parque mais visitado do estado. Situado em Canela, ele ostenta a belíssima cascata do Caracol, uma queda d’água de 131 metros, que pode ser admirada de três locais: mirante, escada do Caracol e pelo teleférico. Mas se tiver disposição, pode descer toda a escada do Caracol para conhecer a cascata por baixo. São 730 degraus, o que equivale a um prédio de 44 andares. O parque conta ainda com cinco trilhas ecológicas para você que tem uma pegada mais esportiva durante viagens.

 

Rua Coberta

A Rua Madre Verônica não é apenas um logradouro qualquer na cidade de Gramado, mas sim a rua mais visitada da cidade e também é conhecida como a Rua Coberta. É quase um shopping, pois há lojas, cafeterias e restaurantes. Apesar de ser coberta, ela fica aberta e disponível para a passagem de pedestres 24 horas por dia e fica bem ao lado da Igreja Matriz. Uma excelente dica para tomar uma cerveja local bem gelada nos dias mais quentes ou experimentar um fondue no inverno.

 

Colunistas

Carregando...

Enquete

Carregando...

Saiba mais