Turismo

  1. Entretenimento
  2. Turismo
  3. Nova York - um roteiro prático para quem quer turistar pela Big Apple
Imagem: Reprodução / Internet

Nova York - um roteiro prático para quem quer turistar pela Big Apple

Os caminhos e dicas para quem quer desbravar a metrópole mais famosa do mundo!


Entretenimento

Cristiano Lopes

Bacharel em Turismo, colunista do Se Liga Na Trip, do programa Radiocast


Quer conhecer a Big Apple a fundo e conferir as melhores dicas? Se Liga na Trip pela metrópole mais famosa do mundo!

Como ir para Nova York? 

Existem várias companhias aéreas brasileiras, estadunidenses e panamenhas atendem o destino, tanto em voos non-stop (diretos) como em voos de conexão. Os brasileiros precisam de passaporte com validade mínima de 6 meses, visto de entrada, cartão de vacinação completa e exame de COVID-19 (antígeno ou PCR)

No caso do viajante fazer a opção do trajeto via Panamá, é necessário também o cartão de vacina de febre amarela. Existem três aeroportos que atendem Nova York: JFK, o mais famoso; Laguardia (LGA), o mais próximo de Manhattan e Newark (EWR), localizado no estado de New Jersey. Agora o #SeLigaNaTrip vai te dar uma dica extremamente importante para uma viagem para a Big Apple: seguro viagem. Faça um seguro-viagem com coberturas mais altas e nesse momento incluir “coberturas da Covid-19”. Saiba que o custo com procedimentos médicos e hospitalares é muito elevado nos Estados Unidos e o barato pode sair muitoooo caro. Minha sugestão é contratar o seguro da Universal Assistance/Travel Ace, liderada pelo competente Vinícius Valadares em Belo Horizonte. Além do ótimo atendimento no Brasil, você pode baixar o aplicativo e viajar tranquilo. Em caso de alguma emergência no exterior, você aciona os atendentes em português e resolve tudo, inclusive esse seguro possui a modalidade de teleconsulta por vídeo.

O que visitar em Nova York? 

O site www.nycgo.com elencou 413 atrações turísticas na cidade e arredores. No nosso caso preparei um roteiro com aproximadamente 50 atrativos e algumas lojas espetaculares que podem ser visitados de acordo com a sua disponibilidade de tempo e/ou tipo de visita que curte, mas com um detalhe especial: o roteiro está didático e desenhado com a estratégia de fazer uma “varredura única” em Manhattan, sem ficar indo e voltando pelo mesmo lugar. Está preparado(a)? Let’s go! 

Agora vamos começar o roteiro pela incrível, fantástica e surpreendente Nova York. Começando pela Estátua da Liberdade, que está localizada em Staten Island. Pegar o ferry é uma ótima opção para conhecer esse símbolo dos Estados Unidos. 

Em seguida, você pode ir para a região do World Trade Center e visitar o Ground Zero, onde ficavam as Torres Gêmeas, o 9/11 Memorial e o One World Trade Center Observatory, o novo prédio construído após o atentado de 11 de setembro que possui um dos melhores observatórios da cidade. 

Vá ao The Oculus, local que tem o formato de um esqueleto de pássaro gigante, obra concebida pelo arquiteto espanhol Santiago Calatrava, o mesmo que criou o Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro e aproveite para conhecer o Westfield World Trade Center, um shopping fantástico com mais de 100 lojas emblemáticas como Apple, Boss, Lacoste, L’occitane, Mont Blanc, Pandora, Sephora, Swarovski, Swatch, UnderArmour e o Eataly.

Agora é bater perna até a área financeira para conhecer a famosa Wall Street, a rua da bolsa de valores, e o Touro de Wall Street. A estátua representa o otimismo e a força dos investidores, inclusive quando os papéis estão subindo é comum ouvir a expressão “bullmarket” (mercado do touro). Tem uma lenda nesse atrativo que é a seguinte: dizem que esfregar as mãos no chifre, no focinho ou nos testículos do Touro de Wall Street traz muita sorte, prosperidade e dinheiro. Será???

O próximo destino é conhecer a emblemática Ponte do Brooklyn, com 1.845 metros de extensão, pouco mais de uma milha. É um lugar espetacular! Para quem tem fôlego e gosta de caminhar, é obrigatório atravessar a pé de Manhattan para o Brooklyn. Chegando no Brooklyn, você deve conhecer o Brooklyn Bridge Park que na verdade é um parque localizado na parte baixa da ponte e que proporciona uma vista maravilhosa da Big Apple. Ali pertinho encontra-se a Washington Street, lugar daquela foto para você tradicional que apresenta a Manhattan Bridge como pano de fundo e prédios de tijolinhos vermelhos nas laterais. É foto de porta-retrato.

Se ainda tiver fôlego e quiser continuar o roteiro, pegue na estação High St. no Brooklyn o metrô linha azul, letra A ou C  para uptown (no sentido Inwood St.) e desça na estação W 4 St. Washington Square. Ao sair dessa estação você vai conhecer algo que pouquíssimas pessoas conhecem na Big Apple: uma quadra pública de basquete. É uma experiência maravilhosa assistir um jogo na rua composto por jogadores amadores e plateia vibrando nos alambrados ao redor da quadra. De lá, vá até a Washington Square, uma linda praça que está localizada em frente a Universidade de Nova York. Agora pegue na estação 8 St.- NYU o metrô linha amarela, letra N,Q,R ou W para uptowm e desça na 23 Street. Ali você já vai sair de frente para outro ícone da cidade, o Flatiron Building, um prédio que tem esse nome porque é parecido com um ferro de passar roupa.

O próximo local a ser visitado é a Union Square. Se quiser continuar de metrô, tome a linha amarela na 23 Street no sentido downtown e desça na próxima estação, na Union Square. Em seguida, pegue o metrô linha cinza, letra L, no sentido 14St. e desça no ponto final. Você estará praticamente dentro do Chelsea Market, um mercado famoso pela variedade de mercearias, restaurantes e lojas. 

Dica do #SeLigaNaTrip: existem duas lojas que oferecem experiências incríveis para os clientes que estão nessa região e merecem ser visitadas: a Starbucks Reserve e a Google. Bem próximo dali encontra-se o High Lane, um parque suspenso com 2,33 km., construído sobre os trilhos de uma linha férrea que estavam desativados.

Continuando o roteiro é hora de conhecer uma área nova da cidade: Hudson Yards (o metrô linha roxa, número 7, tem ponto final nesse local). Ali se encontra um moderno shopping, a obra de arte interativa The Vessel e o The Edge, observatório do centésimo andar de um prédio com vista 360 graus e piso de vidro. Vai encarar? Se estiver com fôlego, vá caminhando pela 34th. e quando encontrar com a 9 Av. vai chegar na B&H PhotoVideo, a maior loja de equipamento fotográfico e vídeo dos Estados Unidos. Detalhe: Todas as vezes que estive nessa loja encontrei atendentes que falavam português e isso facilitou muito a aquisição dos produtos. 

Agora continue a caminhada até a 33St. com 7 Av. para chegar na Penn Station e no Madison Square Garden. A próxima atração é a Macy’s, considerada a maior loja do mundo. Está localizada próxima na Herald Square, na 6Av. com 34th e Broadway. São nove andares e um mix incrível composto por joias, roupas, acessórios, roupas de cama, mesa e banho, utensílios para cozinha, entre outros. Possui cafeteria, lanchonete e restaurante self-service e a la carte. 

Dica do #SeLigaNaTrip: nos últimos andares da Macy’s encontram-se quatro escadas rolantes de madeira, que foram as primeiras escadas rolantes construídas nos EUA. Vale muito dar um rolê nessa preciosidade.

Chegou a hora do mais emblemático atrativo de NYC, o Empire State Building. Localizado na 5Av. entre 33th e 34th, o edifício possui 102 andares e 443 metros de altura e ficou ainda mais famoso depois da cena do filme King Kong. Para conferir, acesse o link.

Continue caminhando pela 5º Avenida até chegar na 42th e observe as lojas e as vitrines, que são uma atração a parte. Ao chegar na 42St., vire a direita e siga um quarteirão, até a Park Avenue, onde está a Grand Central Terminal, local onde foram gravados muitos filmes. É uma estação que chama atenção pela suntuosidade do átrio principal e hoje, além da estação, o local também possui um shopping. Ao lado da estação está localizado o mais novo atrativo de Nova York, o observatório Summit On Vanderbilt. Esse lugar está “bombando” e os comentários positivos nas redes sociais estão relacionados a Glass Plataform (plataforma de vidro) e ao encantados ambiente imersivo. Eu ainda não visitei, mas já coloquei como prioridade na minha lista.

O próximo atrativo é a Biblioteca Pública de Nova York. Localizada na 5 Av. entre 40th. e 42th. é uma visita obrigatória. Atrás da biblioteca encontra-se o Bryant Park, na 6 Av. entre 40th. e 42th., um maravilhoso espaço de lazer cercado por prédios no coração da Big Apple. No verão, são realizadas atividades esportivas ao ar livre no gramado verde; no inverno, é momento de entrar em cena a pista de patinação. Bem próximo dali, aproximadamente dois quarteirões, está a consagrada e vibrante Times Square. São quarteirões iluminados pelos painéis de led que se integram no cenário da frenética Big Apple. É o coração pulsante de Nova York. 

Nessa região também está a Broadway, que é composta por 43 teatros e a Avenida Broadway, em formato de “S”, que cruza bem no ponto principal da Times Square. Invista um tempinho para ficar tirando fotos e fazendo filmagem desse ponto da cidade. Vale a pena também subir na arquibancada vermelha e ter uma vista incrível desse lugar espetacular.

Agora pegue a 46th. e pare na esquina com a 6 Av. para conhecer a Magnolia Bakery e comer um cupcake Red Velvet, famoso pelo seriado Sex and the City. Então vá para a 47th. em direção a 5 Avenida para chegar no Rockfeller Center, o lugar que abriga a árvore de natal da cidade. Lá também é o ponto de patinação mais disputado do inverno. Nesse trajeto você vai passar em frente a Fao Schwarz, a mais clássica loja de brinquedos do mundo. Vale a pena conhecer. 

Já saindo do Rockfeller e pegando a 5 Av., do outro lado da rua estará entre a 50th. e 51th. a St. Patrick’s Cathedral, um templo católica em estilo neogótico. Continue caminhando pela 5º Avenida por mais 10 quarteirões até chegar no Central Park

Mas, antes de chegar lá, tenho certeza que você vai parar várias vezes para observar as vitrines das lojas ou dar uma entradinha básica para conhecer lojas que atraem pelo estilo, criatividade, inovação e pujança do varejo dos Estados Unidos. Parece que as lojas possuem um ímã para te buscar na rua e te levar para dentro delas. É impressionante. Ah, na 5 Av. com 59th. está localizada a loja da Apple apelidada de cubo de vidro e do outro lado o emblemático hotel The Plaza, cenários de muitos filmes com destaque para o Esqueceram de Mim 2. Se liga nessa super dica: no andar inferior do hotel existe o The Shops At The Plaza, um pequeno shopping com uma ótima praça de alimentação. Vale a pena conhecer. Aproveite e percorra essa borda sul até a Columbus Circle (8 Av. com 59th.), uma praça muito bonita com uma escultura homenageando Cristóvão Colombo.

Agora você está em frente a parte sul do Central Park, que está localizado entre a 5 Av. e 8 Av. e vai da 59th. até a 110th.. É grande? Não, é gigantesco. O Central Park possui muitas opções de tours e programas. Um dos lugares mais visitados é o mosaico Imagine, construído em homenagem a John Lennon.

Os museus mais visitados em NYC são: Metropolitan (5 Av. com 82th.), Guggenheim (5 Av. entre 88th. e 89th.), Museu de História Natural (8 Av. com 81th.), MoMA (entre 5 Av. e 6 Av. com 53th.) e o Intrepid Sea, Air & Space Museum (12 Av. com 46 th.).

Quer ir a praia? Você tem como opções Coney Island and Brighton Beach no Brooklyn e Rockway Beach no Queens.

Chegou a hora de você correr e preparar o seu roteiro pela Big Apple. Tenho certeza que você vai voltar com muitas histórias e experiências incríveis para compartilhar.Boa viagem! #SeLigaNaTrip

* Esta coluna tem caráter opinativo e não reflete o posicionamento do grupo.
Colunistas

Carregando...

Enquete

Carregando...

Saiba mais