América

  1. Esporte
  2. América
  3. América vence o Atlético no Independência
Imagem: Mourão Panda/América

América vence o Atlético no Independência

Com o resultado, o Atlético caiu para o quarto lugar, com oito pontos. O América pegou um elevador e saiu do nono lugar para a vice-liderança do Campeonato Brasileiro, com nove pontos.


Por Vinícius Silveira

O América venceu o Atlético por 2 a 1, no Estádio Independência, valendo pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro. O gol do Coelho foi marcado por Iago Maidana cobrando penalidade máxima no primeiro tempo. Na etapa final, Nacho Fernández, com ajuda do VAR, igualou o placar. Raul Cáceres fez o gol da vitória americana.

Com o resultado, o Atlético caiu para o quarto lugar, com oito pontos. O América pegou um elevador e saiu do nono lugar para a vice-liderança do Campeonato Brasileiro, com nove pontos.

O próximo compromisso do Atlético pelo Brasileirão será contra o Red Bull Bragantino, quarta-feira (11), às 20h30, em partida adiantada da sétima rodada. Já o América terá o CSA, pela Copa do Brasil, terça-feira (10), às 19 horas.

Início arrasador do América 

Nos primeiros minutos, o jogo foi de um time só. O América pressionou o Atlético, levando perigo com Juninho, com menos de um minuto. O Coelho pressionava a saída do Galo e não demorou muito para o time americano abrir o placar.

No erro de saída de jogo, Henrique Almeida tomou a bola de Allan, Juninho pegou a sobra e sofreu o pênalti do volante atleticano. Iago Maidana cobrou com categoria no canto esquerdo de Everson, que foi na bola, mas não achou nada.

Após o gol marcado, foi a vez do Atlético pressionar e o goleiro Jaílson entrar em ação. O camisa 42 do América fez quatro ótimas defesas, impedindo a resposta rápida do Galo.

O América retomava a posse de bola nos erros de saída de jogo do Atlético. Em jogadas como esta, o goleiro Everson fez boas defesas nas finalizações de Patric e Gustavinho.

Atlético melhora, mas América sai vencedor 

Diferente do que aconteceu no começo do primeiro tempo, os minutos iniciais foram de domínio total do Atlético. O Galo teve maior posse de bola, procurou abrir o jogo nas pontas do campo, mas pecava na construção da jogada ou no arremate a gol.

O Atlético apostava nas jogadas individuais de Ademir e Hulk, além das chegadas de Nacho Fernández e Zaracho. Já o América se preservou na defesa esperando chance de contra-ataque.

A pressão atleticana demorou a ter efeito, mas deu resultado. Aos 25 minutos, Hulk recebeu cruzamento e finalizou de bicicleta. A bola tocou na trave o meia Nacho Fernández finalizou para as redes. Como o lance foi muito difícil, o VAR confirmou o gol com ajuda da linha de impedimento.

Quando as coisas se encaminhavam para um empate ou a virada do Galo, foi o América quem fez a festa por último. Após troca de passes no ataque, Índio Ramirez achou Raul Cáceres livre na grande área, e o paraguaio finalizou no canto esquerdo de Everson.

Nos minutos finais, o Atlético colocou seus jogadores no campo de ataque e pressionou muito. O América se segurou na defesa, pois tinha um jogador a menos. Felipe Azevedo foi expulso. O Coelho ainda teve uma última chance de fechar o resultado, mas Raul Cáceres perdeu o gol. 

Colunistas

Carregando...

Enquete

Carregando...

Saiba mais