Carregando...

Atlético

Imagem: Reprodução/TV Galo

Após eliminação na Libertadores, dirigente prega comportamento otimista no Atlético

O diretor de futebol do Atlético, Rodrigo Caetano, reforçou que o luto tem que ser breve e que o time está focado nas brigas pelo Brasileiro e Copa do Brasil.

Por Thais Santos

O diretor de futebol do Atlético, Rodrigo Caetano, concedeu entrevista na tarde desta sexta-feira na Cidade do Galo e reforçou que mesmo após a eliminação na Libertadores, o saldo continua sendo positivo já que o clube briga pelo Campeonato Brasileiro e pela Copa do Brasil.

Sobre a reação da equipe após deixar a Libertadores, Caetano reforçou a confiança no elenco e disse que o luto tem que ser breve, para não afetar o desempenho nas competições restantes:


“Não adianta somente eu vir aqui, ou o Cuca repetir, ou os atletas, através de mensagens de otimismo, nós temos que comprovar no campo que realmente nós seguimos ainda com os nossos objetivos, em busca de conquistas importantes das competições que temos pela frente. Então o jogo de amanhã é importante, é fundamental e a nossa caminhada vai seguir do mesmo jeito.”


Sobre a situação da possibilidade do adiamento de algumas rodadas do Campeonato Brasileiro em função dos jogos das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022, o dirigente afirmou que o Galo não prevê a modificação e já trabalha com a logística normal. Caetano também detalhou quais serão os desfalques do Atlético para essas partidas:


“Confirmados nós temos o Alan Franco pela seleção do Equador, Junior Alonso do Paraguai e o Arana pela Seleção Brasileira. Lamentavelmente o Vargas teve essa entorse no tornozelo quase que no final da partida, e é protocolo realmente do clube fazer um informe a seleção do atleta, quando ele tem algum tipo de lesão que o impeça de atuar e foi isso que o Doutor Rodrigo Lasmar fez, tanto é que a informação relacionada ao Vargas veio da própria Seleção Chilena.”


Rodrigo também destacou a postura do clube com relação aos desfalques gerados pelos atletas convocados pela Seleção Brasileira em um momento de decisão:


“Em novembro tem mais uma Data FIFA e vocês sabem muito bem que não tem como o clube vetar a convocação e volto aqui clamando pelo bom senso, que tenhamos novamente lá na frente a prioridade por parte da CBF no seu produto, no Campeonato Brasileiro, que estará numa reta tão final quanto a que nós estamos enfrentando agora.”


Sobre o retorno de público nos jogos do Campeonato Brasileiro, Caetano, destacou a influência positiva na questão da motivação do elenco, fazendo com que as chances da equipe alvinegra aumentem:


“ É um fator determinante pra nós né? Nós temos hoje 17 jogos pela frente, sendo 10 em casa, então assim, se nós tivermos o nosso torcedor ao nosso lado, a nossa chance aumenta, porque realmente a questão anímica, o ambiente, o apoio aos jogadores, mesmo em um momento difícil do jogo, o torcedor não para de cantar, de apoiar, com certeza faz toda a diferença. 

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais