Carregando...

Atlético

Imagem: Conmebol

Árbitro e Árbitro de Vídeo de Boca Jrs. e Atlético são suspensos pela Conmebol

De acordo com a comissão de arbitragem, chefiada pelo ex-árbitro Wilson Luis Seneme, ambos erraram na marcação de falta do atacante Briasco no zagueiro Nathan Silva, que posteriormente ocasiou no gol do time Xeneize.

Por Vinícius Silveira

O árbitro colombiano Andrés Rojas e o árbitro de vídeo Derlis Lopez, do Paraguai, foram suspensos por tempo indeterminado das competições sediadas pela Conmebol, após verificação dos áudios do VAR na partida entre Boca Juniors 0 x 0 Atlético. De acordo com a comissão de arbitragem, chefiada pelo ex-árbitro Wilson Luis Seneme, ambos erraram na marcação de falta do atacante Briasco no zagueiro Nathan Silva, que posteriormente ocasionou no gol do time Xeneize.

De acordo com a nota divulgada pela Conmebol, “As atuações de Andres Rojas, árbitro principal, e Derlis Lopez, árbitro VAR, designados para a partida, foram analisadas tecnicamente pela comissão (de arbitragem), concluindo que os mesmos incorreram em erros graves no exercício de suas funções em desacordo da partida mencionada, pontualmente segue situação: minuto 34 – anulação do gol do Boca Juniors-ARG, por suposta falta”.

O lance destacado foi o gol anulado do Boca Juniors, anotado por González, aos 34 minutos do primeiro tempo, quando Andrés Rojas e Derliz Lopez demoraram sete minutos para conclusão se a jogada seria validada ou não. A dúvida somente foi encerrada quando Andrés foi até o Árbitro do Vídeo na beira do gramado, assistiu a jogada e invalidou o gol Xeneize.

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais