Carregando...

Atlético

Imagem: Pedro Souza/Atlético

Atlético derrota o Athletico-PR na Arena da Baixada

Com o resultado, o Atlético chegou aos 71 pontos, 11 a mais que o vice-líder Flamengo, e 13 a mais que o Palmeiras, terceiro colocado.

Por Vinícius Silveira

O Atlético deu mais um passo rumo ao título brasileiro. O Galo venceu o Athletico-PR, por 1 a 0, na Arena da Baixada, e se isolou cada vez mais na liderança do Campeonato Brasileiro. O gol alvinegro foi marcado por Matías Zaracho, ainda no primeiro tempo.

Com o resultado, o Atlético chegou aos 71 pontos, 11 a mais que o vice-líder Flamengo, e 13 a mais que o Palmeiras, terceiro colocado. Já o Athletico-PR, preocupado com a final da Copa do Sul-Americana, é o 11º, com 41 pontos.

Na próxima rodada, o Atlético volta a jogar em casa. Desta vez, contra o Juventude, sábado (20), às 19 horas, no Estádio Mineirão.

Zaracho abre o placar 

Focado na final da Copa Sul-Americana, o Athletico-PR entrou em campo com time reserva e uma proposta de jogo muito longe de uma equipe que atua em casa. O Furacão evitou encarar o Galo de igual para igual, mesmo assim, quando teve a bola, procurou Pedro Rocha.

Já o Atlético, com a mesma qualidade habitual, controlou o jogo no primeiro tempo, e com o talento de seus jogadores, buscava o gol a todo instante. Keno foi bastante acionado com as jogadas individuais e tentando as tabelas com os demais jogadores.

Com superioridade em campo, o Atlético chegou ao gol no final do primeiro tempo. Keno tabelou com Hulk, entrou na área, chegou à linha de fundo. Zaracho apareceu como centroavante a escorou a bola para o fundo do gol.

Galo tem chances, mas confirma vitória por 1 a 0 

Na etapa final, o jogo começou com confusão nas arquibacadas da Arena da Baixada. Torcedores do Athletico-PR e do Atlético se enfrentaram, fazendo com que o árbitro da partida paralisasse a partida.

Com a bola rolando, o Atlético chegou a marcar o segundo gol. Novamente a dupla Keno e Hulk funcionando perfeitamente. O Vingador alvinegro recebeu passe e tocou a bola por cobertura em Bento. Contudo, a arbitragem anulou o gol atleticano após confirmação de impedimento pelo VAR.

O Atlético seguiu melhor em campo, buscando ampliar o marcador. Guga e Diego Costa experimentaram a defesa do Athletico-PR, mas faltou calibragem. Já Keno quase marcou o segundo. O camisa 11 fez jogada pessoal, clareou o lance, e chutou rasteiro, mas a bola tocou no pé da trave de Bento.

No decorrer do segundo tempo, as oportunidades de gols para o Atlético se escassearam, e o Athletico-PR ainda tentou incomodar, porém, sem sucesso. A última chance do jogo foi com Rômulo, que aproveitou cruzamento, mas mandou a bola para fora. 

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais