Carregando...

Atlético

Imagem: Conmebol

Atlético e Palmeiras empatam e time alviverde se classifica

O Palmeiras aguarda o vencedor de Barcelona de Guayaquil e Flamengo, que decidem a última vaga amanhã, no Equador. Ao Atlético resta briga pelos títulos da Copa do Brasil, onde é semifinalista, e do Campeonato Brasileiro, líder da competição.

Por Vinícius Silveira

A Copa Libertadores da América tem seu primeiro finalista. Atlético e Palmeiras empataram em 1 a 1, no Mineirão, e o alviverde garantiu vaga na decisão pelo segundo ano seguido. Vargas abriu o placar para o Galo, e Dudu fez o gol da classificação alviverde.

O Palmeiras aguarda o vencedor de Barcelona de Guayaquil e Flamengo, que decidem a última vaga amanhã, no Equador. Ao Atlético resta briga pelos títulos da Copa do Brasil, onde é semifinalista, e do Campeonato Brasileiro, líder da competição.

Próximo jogo do Atlético será contra o Internacional, sábado (2), às 21 horas, no Estádio Mineirão.

Defesas prevalecem no primeiro tempo 

Antes do jogo, o técnico Cuca não aprontou grandes surpresas na escalação inicial. Já Abel Ferreira não só mudou jogadores como também o esquema de jogo, iniciando a partida com três zagueiros.

No primeiro tempo, o Palmeiras conseguiu neutralizar as principais iniciativas do Atlético, marcando as principais jogadas e retomando a posse de bola em grande parte dos lances de ataque do alvinegro.

Já o Palmeiras, se teve excelente desempenho defensivo, não se pode dizer que repetiu a mesma qualidade no lado ofensivo. O alviverde só teve uma boa finalização, que foi no arremate de Piquerez, com a perna direita, e a bola passando perto da trave esquerda de Everson.

Com as dificuldades em campo, o Atlético não finalizou com perigo ao gol de Weverton, levando a partida para o placar sem gols ao final da primeira etapa.

Galo abre o placar, mas Palmeiras empata e confirma a classificação 

Se no primeiro tempo as chances foram escassas, no etapa final sobrou emoção dos dois lados, e quem comemorou primeiro foi o torcedor do Atlético. Mariano cruzou na medida para Vargas escorar de cabeça e abrir o placar.

Não demorou muito, e o Palmeiras chegou a responder com Rony. O atacante palmeirense ganhou na velocidade de Nathan Silva, e bate rasteiro para boa defesa de Everson. Contudo, o alviverde chegaria ao empate.

Aos 22 minutos, Gabriel Veron, que tinha acabado de entrar na partida, levou a melhor sobre Nathan Silva, entrou na área e tocou para Dudu escorar a bola para o gol vazio. A pressão passaria a ser toda em cima do Galo, pois o empate com gols classificaria o Palmeiras.

O Atlético partiu para o ataque. O técnico Cuca apostou na velocidade de Savarino e tirou Jair. A alteração não teve o resultado esperado. Embora o restante da partida fosse o jogo de um time só, com o passar do tempo, a qualidade técnica foi jogada de lado e o Galo jogou na base da emoção.

O Palmeiras teve o contra-ataque a disposição, mas preferiu se resguardar na defesa, segurando a pressão do Atlético, que persistiu até o final e a confirmação da classificação alviverde.

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais