Atlético

  1. Esporte
  2. Atlético
  3. Atlético empata com Emelec no jogo de ida das oitavas de final da Libertadores
Imagem: Pedro Souza/Atlético

Atlético empata com Emelec no jogo de ida das oitavas de final da Libertadores

Com o resultado, o embate fica em aberto para o jogo de volta, no dia 5 de julho, às 19h15, no Mineirão.


Por Vinícius Silveira

Pelas oitavas de final da Copa Libertadores da América, o Atlético empatou com o Emelec-EQU, por 1 a 1, no Estádio George Capwell, em Quito. Ademir fez o gol do Galo, e Rodríguez empatou para o time equatoriano.

Com o resultado, o embate fica em aberto para o jogo de volta, no dia 5 de julho, às 19h15, no Mineirão. Antes, o Atlético viaja até Caxias do Sul para enfrentar o Juventude, sábado, às 16h30, pelo Campeonato Brasileiro.

Atlético começa melhor e abre o placar 

Antes do jogo, o técnico Antônio Mohamed optou pelo meio-campo com quatro jogadores, escalando Rubens, e deixando o ataque com Ademir e Hulk. Com a bola rolando, o Atlético foi superior em campo. Trocando passes, valorizando a posse de bola, o Galo dominava em todos os setores, principalmente, no meio.

Tal superioridade resultou no primeiro gol atleticano. Nacho Fernández recebeu e serviu na área para Ademir, que dominou e finalizou rasteiro, abrindo o placar. Após o gol, a diferença técnica em campo ficava cada vez mais evidente, porém, sem transformar as investidas em gols.

Na reta final do primeiro tempo, o Emelec saiu da defesa e tentou encarar o Atlético, apertando a marcação e avançando as linhas. Como resultado, o time equatoriano finalizou contra o gol, inclusive, mandando uma bola na trave após chute de Jackson Rodríguez.

Emelec é superior e empata o jogo 

Na etapa final, o panorama da partida mudou. O Emelec apostou na ofensividade, buscando a posse de bola e enfrentando o Atlético, conforme fez nos minutos finais do primeiro tempo. Por sua vez, o Galo retornou com outra estratégia. Resguardou-se na defesa e tentou os contra-ataques.

O Emelec não conseguiu finalizações com perigo, enquanto o Atlético encontrou espaços, mas não aproveitou as chances. Contudo, o VAR flagrou uma cotovelada do zagueiro Nathan Silva no atacante Cabeza e a arbitragem assinalou penalidade máxima. Na cobrança, Sebástian Rodriguez chutou forte, no canto direito alto de Everson que não conseguiu fazer a defesa.

Após o gol, o Atlético se mostrou instável. Sem conseguir finalizar com acerto, o Galo viu o Emelec ganhar força com o gol marcado e ser superior em campo. A situação alvinegra ficou pior quando Allan foi expulso após nova intervenção do VAR. O volante atleticano deu uma cotovelada em Jackson Rodríguez.

Nos minutos seguintes até o final, o Atlético saiu da defesa e retomou o controle da partida que havia perdido. Aos 40 minutos, Hulk sofreu penalidade máxima após ser puxado na área por Mejía. Na cobrança, o Vingador alvinegro bateu no canto esquerdo e o goleiro Ortiz defendeu. 

Colunistas

Carregando...

Enquete

Carregando...

Saiba mais