Carregando...

Atlético

Imagem: Pedro Souza/Atlético

Atlético empata com o Fluminense em São Januário

O Atlético segue líder do Campeonato Brasileiro, com 38 pontos, seis a mais que Palmeiras e Fortaleza, que tem 32.

Por Vinícius Silveira

O Atlético empatou com o Fluminense, por 1 a 1, em São Januário, no encerramento da 17ª rodada do Campeonato Brasileiro. O gol tricolor foi anotado por Fred, cobrando pênalti no primeiro tempo. Eduardo Sasha igualou na etapa final.

O Atlético segue líder do Campeonato Brasileiro, com 38 pontos, seis a mais que Palmeiras e Fortaleza, que tem 32. Já o Fluminense, que está na porta da zona de rebaixamento, se manteve na 16ª posição, com 18 pontos.

Na próxima rodada, o Atlético vai até Bragança Paulista enfrentar o Red Bull Bragantino, domingo (29), às 20h30. Antes, o Galo volta a encarar o Fluminense, quinta-feira (26), às 21h30, no Estádio Nilton Santos.

Atlético é ofensivo, mas Fluminense abre o placar 

Nos primeiros minutos, o Atlético mostrou superioridade em campo. Ocupou o campo de ataque, buscou infiltrações na grande área, mas tinha dificuldades para criar jogadas que levassem perigo a defesa do Fluminense.

A melhor chance do Atlético foi no chute de Vargas, que recebeu passe de Nacho Fernández e arrematou a bola que acertou a trave. Por sua vez, o Fluminense trançou-se na defesa e apostava nos contra-ataques. Um dos caminhos era pela direita de ataque, com Luiz Henrique.

Mesmo sem ser melhor na partida, o Fluminense levou perigo no chute de Martinelli, que exigiu grande defesa de Everson, e logo depois, o árbitro Flávio Rodrigues de Souza marcou pênalti de Hulk no zagueiro Luccas Claro. Após a confirmação do VAR, Fred foi para a cobrança, e deslocou Everson para o canto esquerdo, com a bola entrando no centro do gol.

O Fluminense manteve a estratégia de ficar na defesa, enquanto o Atlético mais posse de bola e atacava mais. Contudo, o goleiro Marcos Felipe foi pouco incomodado.

Sasha entra no segundo tempo e empata o jogo 

No começo do segundo tempo, o enredo do jogo seguiu o mesmo da etapa inicial. O Fluminense foi extremamente defensivo, impedindo que o Atlético entrasse na grande área. Já o Galo ocupou o campo de ataque e só incomodou em arremates de média distância.

Aos poucos, o Atlético foi criando chances de maior perigo. Hulk teve duas oportunidades, sendo uma delas na trave esquerda do goleiro Marcos Felipe. O Fluminense somente respondia nos contra-ataques, quando encontrava a defesa atleticana totalmente aberta.

O técnico Cuca ainda apostou nas entradas de Nathan e Keno, colocando mais um jogador de criação no meio-campo e acreditando na habilidade e velocidade do camisa 11. Ainda que as tentativas fossem válidas, não resultaram em jogadas de perigo.

Após muita pressão, o técnico Cuca sacou Zaracho e entrou Eduardo Sasha. Não demorou muito, e o Galo empatou a partida. Nathan passou à Sasha, que finalizou colocado. A bola tocou na trave antes de entrar.

Com o empate do Atlético, o jogo ficou mais aberto, pois o Fluminense precisou correr atrás do resultado, enquanto o Galo apostava na vitória. Contudo, os dois times não aproveitaram as chances e o placar terminou no 1 a 1. 

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais