Carregando...

Atlético

Imagem: Conmebol

Atlético encaminha ofício à Conmebol pedindo anulação do gol do Palmeiras

A direção do clube se baseia na invasão de campo do atacante Deyverson, segundos antes do passe do atacante Gabriel Veron para Dudu completar para as redes de Everson

Por Vinícius Silveira

O Atlético foi até a Conmebol e entrou com pedido para anulação do gol do Palmeiras, anotado pelo atacante Dudu, valendo pela semifinal da Copa Libertadores da América, no Mineirão. A direção do clube se baseia na invasão de campo do atacante Deyverson, segundos antes do passe do atacante Gabriel Veron para Dudu completar para as redes de Everson. 

O Atlético se baseia na regra da International Football Association Board, regra 3.9, que explica: 

Se após a marcação de um gol, e antes de o jogo ser reiniciado, o arbitro perceber que uma pessoa extra se encontrava dentro do campo no momento em que o gol foi marcado, o arbitro deve invalidar o gol se a pessoa extra era: jogador, jogador substituto, jogador substituído ou jogador expulso ou oficial da equipe que marcou o gol. O jogo deve ser reiniciado com um tiro livre direto, executado do local em que a pessoa extra estava”.

O Atlético ainda enfatiza a infração, pois o árbitro da partida, Wilmar Roldán aplica cartão amarelo ao atacante Deyverson, justamente por ter entrado na partida sem autorização. 

O Clube alvinegro pede que o gol anotado por Dudu seja anulado, e que determine-se que o resultado do jogo seja 1 a 0 para o Atlético. Caso contrário, de acordo com as medidas disciplinares, que a partida seja repetida.

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais