Carregando...

Atlético

Imagem: Pedro Souza/Atlético

Atlético faz o dever de casa, vence o Bahia e leva vantagem na Copa do Brasil

Com o resultado, o Atlético vai para a segunda partida com a vantagem de perder por um gol de diferença, que mesmo levará a vaga para as quartas de final.

Por Vinícius Silveira

O Atlético venceu o Bahia, por 2 a 0, no Estádio Mineirão, valendo pela primeira partida das oitavas de final da Copa do Brasil. Os gols do Galo foram anotados por Matías Zaracho e Hulk, um em cada tempo.

Com o resultado, o Atlético vai para a segunda partida com a vantagem de perder por um gol de diferença, que mesmo assim levará a vaga para as quartas de final. Vale lembrar que na Copa do Brasil não tem o critério do gol qualificado.

O segundo jogo está marcado para a quarta-feira (4), às 21h30, no Estádio Joia da Princesa, em Feira de Santana. O Bahia não pode mandar o jogo em Salvador, por cumprir punição.

Galo melhor sai com vantagem

Antes da partida, o técnico Cuca não fez mistério. Manteve praticamente a mesma formação da partida contra o Bahia no domingo, e ainda promoveu Réver na vaga de Nathan Silva, fora pelo regulamento da competição, e as voltas de Tchê Tchê e Savarino, poupados no último jogo.

No primeiro tempo, o Atlético apareceu melhor durante os 45 minutos. Mostrou uma postura ofensiva, com muita movimentação e trocas de passes, criando as jogadas e incomodando a defesa do Bahia. Já o tricolor baiano tinha dificuldades em sair da pressão atleticana e apostou nos contra-ataques.

Apesar de ter maior posse de bola e finalizar mais, foi o Bahia quem provocou as primeiras grandes defesas de um goleiro. Primeiro com Gilberto, dentro da grande área, e depois com Ronaldo, que recebeu livre na esquerda, chutou forte. Ambos pararam em Everson.

O gol estava cada vez mais maduro, e ele aconteceu aos 36 minutos. Hulk lançou Dodô, que entrou na área e cruzou rasteiro, na medida para Zaracho completar para as redes. O Atlético ainda teve mais uma grande chance com Nacho Fernández, que recebeu lançamento de Mariano, mas não conseguiu dominar a bola.

Bahia começa bem, mas Galo tem Hulk

Na etapa final, precisando correr atrás do resultado, o Bahia saiu com mais intensidade para o ataque. Logo de cara, Rossi chutou com perigo, e minutos depois, foi a vez a Gilberto arrematar de fora da área para boa defesa de Everson.

O Atlético não teve a mesma intensidade do primeiro tempo, foi econômico em suas ações, e não fez o goleiro Danilo Fernandes trabalhar. Hulk era o jogo mais agudo do time, mas sozinho ele pouco fez a não ser incomodar a defesa do Bahia.

A partir da metade do segundo tempo, o Atlético conseguiu igualar as condições, e voltou a levar perigo ao gol do Bahia. O Galo aguardou apenas por um erro da defesa baiana, e ele aconteceu aos 28 minutos. Daniel errou na saída de bola, e Zaracho tocou para Hulk. O camisa 7 dominou, passou por Luiz Otávio e Gilberto, e chutou de perna direita para as redes.

O Atlético ficou mais tempo no campo de ataque, e Eduardo Sasha quase fez o terceiro, chutando de fora da área, mas parou nas luvas de Danilo Fernandes.

Nos acréscimos, brilhou a estrela de Everson. O goleiro atleticano foi buscou a bola no ângulo após o cabeceio de Gilberto. Pouco depois, novo cruzamento e outra defesa do camisa 22 atleticano. 

Confira os gols da partida, com a narração de Eduardo Madeira


Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais