Atlético

  1. Esporte
  2. Atlético
  3. Atlético vence novamente o Fortaleza e confirma vaga na final da Copa do Brasil
Imagem: Pedro Souza/Atlético

Atlético vence novamente o Fortaleza e confirma vaga na final da Copa do Brasil

O Atlético fará a decisão da Copa do Brasil contra o Athletico-PR, que eliminou o Flamengo. Os dois jogos da final serão no mês de dezembro, após o encerramento do Campeonato Brasileiro.


Por Vinícius Silveira

O Atlético está na final da Copa do Brasil. Mais uma vez, o Galo venceu o Fortaleza, desta vez, por 2 a 1, em jogo disputado no Estádio Castelão. Os gols alvinegros foram anotados por Diego Costa e Hulk. O Leão do Pici diminuiu com Romarinho. Todos os gols no segundo tempo.

O Atlético fará a decisão da Copa do Brasil contra o Athletico-PR, que eliminou o Flamengo. Os dois jogos da final serão no mês de dezembro, após o encerramento do Campeonato Brasileiro.

Com a classificação, o Atlético embolsou, ao menos, mais de 23 milhões de reais, que serão pagos ao vice-campeão. Caso conquiste o título, o Galo levaria mais de 50 milhões de reais.

No próximo final de semana, os dois atuam pelo Campeonato Brasileiro. O Fortaleza vai a Belo Horizonte enfrentar o América. Já o Atlético fará a ‘decisão’ contra o Flamengo, sábado (30), às 19 horas, no Maracanã.

Jogo de muita marcação

Antes do jogo, o técnico Cuca escalou um time com diversos titulares no banco de reservas, e ainda com esquema de jogo alterado, passando o esquema com três zagueiros. O treinador atleticano poupou jogadores importantes para o embate do final de semana contra o Flamengo.

No primeiro tempo, o Fortaleza procurou o jogo, encarar o Atlético de frente, e até levou perigo em uma oportunidades aos nove minutos, após chute cruzado na área, que passou em frente do meia Edinho, na pequena área.

No decorrer do jogo, a partida mostrou um embate físico muito grande entre os dois clubes, com marcação mais agressiva, o que prejudicou a criação das jogadas no ataque.

Ainda no final do jogo, Guilherme Arana exigiu grande defesa de Marcelo Boeck após cobrança de falta com força. Pelo lado do Fortaleza, David trouxe a bola pelo centro, e chutou forte, com a bola passando perto da trave esquerda de Everson.

Atlético é cirúrgico nos contra-ataques 

Na etapa final, o técnico Cuca poupou mais um jogador. Sacou Guilherme Arana e colocou Dodô. Já nos primeiros minutos, as iniciativas da partida ficaram claras. Enquanto o Fortaleza tinha maior posse de bola, o Atlético respondia em contra-ataques rápidos e eficientes. Vargas teve a primeira chance após lançamento de Dodô, e exigiu grande defesa de Marcelo Boeck.

O técnco Juan Pablo Vojvoda fez três alterações no time, colocando mais atacantes no time. Porém, quem fez o gol foi o Atlético. Vargas lançou Diego Costa em velocidade, o atacante passou tranquilo pelo goleiro Marcelo Boeck, e tocou a bola para o gol vazio.

O Fortaleza teve maior posse de bola, tentou ao menos o empate, mas encontrava dificuldades para passar pela marcação do Atlético. A melhor chance aconteceu após recuperação de bola, mas a chute de Ronald foi defendido por Everson.

O Atlético esperou pacientemente para emplacar mais um contra-ataque. Eduardo Sasha recebeu em velocidade, tentou o drible para cima do zagueiro Titi, e o defensor tocou o braço esquerdo na bola. Pênalti marcado e convertido por Hulk.

O Fortaleza ainda mostrou coragem para valorizar a passagem pela semifinal da Copa do Brasil, e conseguiu o gol de honra no final da partida. Romarinho trouxe a jogada para o meio, chutou para o gol, a bola desviou em Igor Rabello, e caiu no canto esquerdo de Everson, para fechar o jogo em 2 a 1.

Colunistas

Carregando...

Enquete

Carregando...

Saiba mais