Carregando...

Atlético

Imagem: Pedro Souza/Atlético

Atlético vence o Cuiabá e aumenta vantagem na ponta

Mais líder do que nunca, o Atlético chegou aos 59 pontos, abriu 13 de vantagem para o Flamengo, concorrente direto ao título. O Cuiabá, que iniciou a partida na 10ª posição, se manteve com os mesmos 35 pontos.

Por Vinícius Silveira

O Atlético venceu o Cuiabá, por 2 a 1, no Estádio Mineirão, valendo pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro. Hulk e Jair marcaram para o Galo. Nathan Silva, contra, anotou o gol do Dourado.

Mais líder do que nunca, o Atlético chegou aos 59 pontos, abriu 13 de vantagem para o Flamengo, concorrente direto ao título. O Cuiabá, que iniciou a partida na 10ª posição, se manteve com os mesmos 35 pontos.

Na próxima rodada, tem a ‘decisão’ no Maracanã ente Flamengo x Atlético, sábado (30), às 19 horas. Antes do Galo, tem o Fortaleza, pelo segundo jogo da semifinal da Copa do Brasil, quarta-feira (27), às 21h30.

Jogo começa eletrizante 

Os minutos iniciais do jogo foram eletrizantes e com menos de cinco minutos, o placar já havia sido alterado duas vezes. Com menos de um minuto, o Cuiabá abriu o marcador após um recuo de bola errado de Nathan Silva, que passou pelo goleiro Everson e entrou no gol.

O Atlético não se abateu e logo na ataque seguinte empatou a partida. Keno recebeu a bola na esquerda e cruzou rasteio para Hulk empatar. Os jogadores do Cuiabá reclamaram impedimento no começo da jogada, mas o VAR confirmou o empate atleticano.

No decorrer do jogo, a partida foi de um time só. O Atlético atuou no campo defensivo do Cuiabá, apostando em toques rápidos, muita movimentando no setor ofensivo e várias finalizações a gol. O Cuiabá só teve mais uma finalização, com Jenison, defendido em dois lances pelo goleiro Everson.

Após muita pressão e intensidade ofensiva, o Atlético finalmente virou o jogo. Guilherme Arana deu uma assistência precisa para Jair, que só escorou a bola de cabeça para as redes de Walter.

Galo administra e confirma a vitória

Na etapa final, o Atlético chegou a marcar o terceiro gol com Hulk, mas a arbitragem anulou alegando toque da bola no braço esquerdo do atacante alvinegro.

Posteriomente, o Atlético administrou o placar, com atuação segura em boa parte do segundo tempo. O Galo chegou a ter finalizações de perigo de Nacho Fernández, Hulk (duas vezes) e Guilherme Arana.

Correndo atrás do resultado, o Cuiabá avançou as linhas, ocupou o campo de ataque e passou a acreditar que poderia empatar a partida. As principais jogadas surgiam dos pés de Clayson, mas faltava qualidade no arremate a gol. Nos minutos finais, com uma marcação mais reforçada, o Atlético passou a atacar mais, e ainda finalizou com perigo após chute de Diego Costa. 

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais