Carregando...

Atlético

Imagem: Pedro Souza/Atlético

Atlético vence o Fluminense e garante vaga na semifinal da Copa do Brasil

O Atlético aguarda o adversário na semifinal, que sairá o confronto entre Fortaleza e São Paulo, que se enfrentarão ainda na noite desta quarta-feira.

Por Vinícius Silveira

O Atlético está classificado para a semifinal da Copa do Brasil. O time alvinegro venceu o Fluminense, por 1 a 0, com gol marcado por Hulk, no segundo tempo. Na partida de ida, o Galo já tinha vencido por 2 a 1.

O Atlético aguarda o adversário na semifinal, que sairá o confronto entre Fortaleza e São Paulo. Os dois times se enfrentarão ainda na noite desta quarta-feira.

A classificação também representa muito no lado financeiro do clube. O Atlético faturou mais R$ 7,3 milhões pela passagem à semifinal. Somadas as outras premiações, O Galo embolsou mais de R$ 15 milhões no torneio.

Atlético domina, mas Fluminense leva perigo

Antes de a partida começar, o técnico Cuca escolheu Igor Rabello para formar dupla de zaga com Junior Alonso. Nas demais posições, o time foi o mesmo que entrou em campo contra o Fortaleza. Já o Fluminense ficou desfalcado de André, e Marcão escolheu Wellington para completar o meio-campo.

No primeiro tempo, o Atlético teve maior posse de bola, ocupou o campo de ataque durante boa parte da etapa final. Contudo, o domínio do Galo não se refletia em chances de gol. Por sua vez, o Fluminense aguardava no setor defensivo a possibilidade do contra-ataque.

Mesmo com o domínio do Atlético, a primeira chance real de perigo foi do Fluminense. Após passe na grande área, Fred cabeceou a bola e o goleiro Everson fez grande defesa.

Após este lance, o Atlético passou a levar mais perigo ao gol do Fluminense. Primeiro com Vargas chutando de fora da área, e parando nas luvas de Marcos Felipe. Pouco depois. Zaracho recebeu de Mariano, chutou cruzado, mas a bola passou próxima da trave.

Galo muda postura e confirma classificação 

Na etapa final, o técnico Cuca tirou Vargas e promoveu Diego Costa. A postura do time atleticano em campo foi mudada e a equipe cresceu em relação ao primeiro tempo. O Atlético foi mais intenso, com maior movimentação e criou problemas para a defesa do Fluminense. Diego Costa finalizou duas vezes e Nacho Fernández deram trabalho ao goleiro Marcos Felipe.

A pressão atleticana deu resultado aos sete minutos, quando Mariano cruzou e a bola tocou no braço direito de Danilo Barcelos. O árbitro Raphael Claus foi chamado pelo VAR, conferiu o lance e confirmou o pênalti para o Atlético. Na cobrança, Hulk mandou a bola no canto alto direito de Marcos Felipe, que foi para o canto contrário.

Com a vantagem, o Atlético teve ainda mais tranquilidade em campo, foi soberano em todos os momentos e poderia ter ampliado o placar, mas faltava qualidade no último passe.

Por sua vez, o Fluminense precisou sair, e o técnico Marcão processou trocas, colocou o time mais ofensivo, mas falta qualidade na armação, e a defesa atleticana mostrou mais qualidade em campo até o final da partida.

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais