Carregando...

Atlético

Imagem: Twiiter/Estádio Mineirão

Atlético vence o Grêmio e aumenta a vantagem para os concorrentes

Com o resultado, o Atlético chegou aos 62 pontos, 12 a mais que o Flamengo, e 10 a mais que o Palmeiras. O Galo não deve mais nenhum jogo na competição.

Por Vinícius Silveira

O Atlético venceu o Grêmio, por 2 a 1, no Estádio Mineirão, valendo pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro. Zaracho e Vargas anotaram para o Galo, e o tricolor gaúcho marcou com Campaz.

Com o resultado, o Atlético chegou aos 62 pontos, 12 a mais que o Flamengo, e 10 a mais que o Palmeiras. O Galo não deve mais nenhum jogo na competição. O Grêmio segue em 19º lugar, com apenas 26 pontos.

Na próxima rodada, o Atlético fará o clássico contra o América, domingo (7), às 16 horas.

Jogo aberto, mas o Atlético abre o marcador 

Antes do jogo, o técnico Cuca surpreendeu ao deixar o volante Jair no banco de reservas, e escalar Tchê Tchê. Como esperado, Hulk e Diego Costa formaram o setor de ataque.

Com a bola rolando, o Atlético teve uma chance de perigo com Matías Zaracho, com menos de 30 segundos. Quando imaginava-se que o Galo faria pressão, o que o torcedor atleticano assistiu foi uma pressão incrível do Grêmio.

Nos primeiros dez minutos, o Grêmio teve ao menos três grandes oportunidades, com duas bolas na trave e um gol anulado pelo Árbitro de Vídeo. Mesmo com a pressão gremista, o Atlético abriu o placar logo em seguida.

O atacante Diego Costa fez um ótimo pivô, e deixou a bola para Matías Zaracho, que levou a bola para a perna direita e chutou. A bola desviou na zaga e tirou o goleiro Gabriel Chapecó do lance.

O Atlético buscou o segundo gol, ocupou o campo de ataque, trocou passes, mas encarou o Grêmio disposto a não deixar tão barato qualquer que seja o resultado da partida. O time gremista mostrou efetividade na marcação e ainda levou perigo em finalizações, com Campaz e Borja.

Grêmio empata, mas Vargas dá os três pontos para o Galo 

Na etapa final, o enredo foi mesmo do primeiro tempo. O Grêmio mostrou ofensividade, apostando na velocidade de Ferreira e na qualidade de Borja, que realizou um ótimo jogo. Tanta pressão acabou tendo efeito aos dez minutos.

Guilherme Arana falhou na saída de jogo, perdeu a bola. Borja recebeu, fez o pivô e tocou para Campaz, que entrou na área e tocou a bola que entrou nas redes de Everson. O gol gremista deixou o jogo mais aberto, os dois times atacaram ainda mais, com o Atlético sendo mais presente no setor ofensivo.

O técnico Cuca fez três alterações, colocando Savarino, Mariano e Vargas, e sacou Guga, Zaracho e Hulk. O efeito não demorou a acontecer. Aos 29 minutos, Campaz colocou o braço na bola após cobrança de falta, e o VAR assinalou penalidade máxima.

Vargas bateu com categoria no canto direito, o goleiro Gabriel Chapecó foi na bola, mas não conseguiu fazer a defesa e a torcida atleticana festejou o segundo gol.

 

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais