Atlético

  1. Esporte
  2. Atlético
  3. Atlético vence o Juventude e assume a vice-liderança do Brasileirão
Imagem: Pedro Souza/Atlético

Atlético vence o Juventude e assume a vice-liderança do Brasileirão

Com o resultado, o Atlético chegou aos 27 pontos, dois a menos que o líder, Palmeiras. O Galo se beneficiou da derrota do Corinthians para o Fluminense.


Por Vinícius Silveira

O Atlético venceu o Juventude, por 2 a 1, no Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul. Hulk e Eduardo Sasha marcaram os gols do Galo. Moraes Junior fez o gol de honra do alviverde gaúcho.

Com o resultado, o Atlético chegou aos 27 pontos, dois a menos que o líder, Palmeiras. O Galo se beneficiou da derrota do Corinthians para o Fluminense. Já o Juventude segue a sequência negativa, e é o vice-lanterna, com apenas 11 pontos.

Na próxima rodada, o Atlético receberá o São Paulo, domingo (10), às 18 horas, no Estádio Mineirão. O Juventude vai até o Couto Pereira enfrentar o Coritiba, no mesmo dia, só que às 11 horas.

Galo domina as ações 

O técnico Antônio Mohamed levou a Caxias do Sul o que tinha de melhor no elenco, e para a escalação do jogo, mesclou titulares com reservas imediatos, com quatro atacantes.

No primeiro tempo, o Atlético iniciou as ações da partida se impondo no jogo, buscando o ataque e maior posse de bola. O Juventude tentou responder nos contra-ataques, porém, finalizou sem qualidade necessária para incomodar a defesa atleticana.

Melhor em campo, o Atlético chegou ao gol aos 29 minutos. Ademir recebeu lançamento de Igor Rabello e sofreu penalidade máxima cometida por Willian Matheus. Na cobrança, Hulk bateu de forma semelhante ao jogo com o Emelec, no canto esquerdo. O goleiro César foi na bola, mas não achou.

O Juventude tentou responder, mas seguiu finalizando sem qualidade para assustar. Por sua vez, o Atlético administrou o resultado até o final do primeiro tempo.

Atlético amplia e cede a bola ao Juventude 

No segundo tempo, o Juventude entrou com uma postura mais agressiva, mas ainda tímida. O Atlético respondeu a altura e marcou o segundo gol. Hulk puxou o contra-ataque desde o campo defensivo, cruzou para Vargas, que serviu a Eduardo Sasha, que tocou para o gol sem goleiro.

Após o gol, o Atlético adotou uma postura mais defensiva, e deu a bola para o Juventude, que passou a atacar mais. O Galo tinha o contra-ataque a seu serviço, mas não agrediu a defesa do Juventude.

Após pressão do Juventude, o time gaúcho diminuiu o placar. O lateral Moraes Junior arriscou de fora da área, e a bola tocou em Réver antes de entrar nas redes de Everson. 

Os minutos finais foram dramáticos para o Atlético, que aceitou a pressão do Juventude. O time gaúcho procurou o ataque incessantemente, mas faltava qualidade nos arremates.

Colunistas

Carregando...

Enquete

Carregando...

Saiba mais