Carregando...

Atlético

Imagem: Conmebol

Boca Juniors e Atlético terminam empatados em La Bombonera

Os dois times voltam a se encontrar na próxima terça-feira (20), no Estádio Mineirão. Quem vencer leva a vaga para as quartas de final. Novo empate, a definição da classificação será nos pênaltis. O time vencedor enfrentará River Plate ou Argentinos Juniors.

Por Vinícius Silveira

Os primeiros 90 minutos das oitavas de final da Copa Libertadores da América terminaram em igualdade. Boca Juniors e Atlético empataram sem gols no Estádio La Bombonera, deixando o confronto entre ambos em aberto para o jogo de volta.

Os dois times voltam a se encontrar na próxima terça-feira (20), no Estádio Mineirão. Quem vencer leva a vaga para as quartas de final. Novo empate, a definição da classificação será nos pênaltis. O time vencedor enfrentará River Plate ou Argentinos Juniors.

Antes do confronto, ambos tem jogos pelos campeonatos nacionais no mesmo dia e horário. O Atlético vai até São Paulo encarar o Corinthians, sábado (17), às 19 horas. Já o Boca Juniors estreará na Liga Argentina contra o Unión de Santa Fé.

Galo começa bem, mas Boca domina

Antes do jogo, o técnico Cuca escalou três zagueiros e ainda promoveu o retorno de Nacho Fernández ao meio campo. Já Miguel Ángel Russo não realizou mudanças e entrou com o time que vinha sendo especulado.

Nos primeiros minutos, os dois times buscaram o jogo, mas o Atlético se apresentou ao ataque, e concentrou suas melhores jogadas no lado esquerdo. Por sua vez, o Boca Juniors explorava o lado direito da defesa atleticana, mas encontrou Mariano inspirado, fazendo bons desarmes.

A partir da metade do primeiro tempo, o Boca Juniors encontrou a forma de jogar para dominar a partida. O meio-campo argentino controlou a partida, anulando as saídas pelo setor e trancando o lado direito Xeneize. Não menos importante, encontrou fragilidade do lado esquerdo defensivo do Galo, e conseguiu criar as melhores jogadas.

Aos 33 minutos, Pavón fez cruzamento, a bola foi disputada pelo alto, e González finalizou para as redes. Porém, após sete minutos de falta de comunicação entre o árbitro Andrés Rojas e o Árbitro de Vídeo, o juiz foi até o VAR para conferir o lance, e deu falta de Norberto Briasco em Nathan Silva, anulando o gol Xeneize.

Nos minutos finais, o Atlético teve uma finalização com Hulk, que parou nas luvas de Rossi. Pouco depois, Pavón faz cruzamento e Weigandt cabeceou para excelente defesa de Everson para escanteio.

Boca Juniors incomoda e Atlético pouco finaliza

Na etapa final, o panorama do jogo em relação ao primeiro tempo não mudou muito. O Boca Juniors pressionou o Atlético no campo de defesa, mas trocou o campo de ação, deixando o lado esquerdo e atuando preferencialmente pela direita.

Quando foi ao ataque, o Atlético desceu pela direita, apostando na velocidade de Savarino e com Nacho Fernández participando no setor. Somente um lance pela direita, no cruzamento rasteiro de Savarino levou sustos a defesa do Boca Juniors.

Nos minutos seguintes, o Boca Juniors investia em cruzamentos, mas sem levar perigo ao gol atleticano. Já o Atlético, que não conseguia entrar na defesa Xeneize, arriscava chutes de fora da área. Somente o arremate de Jair levou perigo à meta do goleiro Rossi. 

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais