Atlético

  1. Esporte
  2. Atlético
  3. Com dois de Hulk, Atlético vence o Internacional na estreia do Brasileiro
Imagem: Pedro Souza/Atlético

Com dois de Hulk, Atlético vence o Internacional na estreia do Brasileiro

O Galo volta a campo na próxima quarta-feira, diante do América, pela Copa Libertadores da América.


Por Guilherme Souza

O atual Campeão Brasileiro estreou com vitória na edição de 2022 do torneio. Com dois gols de Hulk, o Atlético derrotou o Internacional por 2x0, no Mineirão.

O Galo volta a campo na próxima quarta-feira, às 21h, no clássico diante do América, no Mineirão, pela segunda rodada do Grupo D da Copa Libertadores da América.

INÍCIO AVASSALADOR

O Atlético começou o jogo de maneira avassaladora. Com ampla superioridade, o alvinegro empurrou o Internacional para o seu campo de defesa. Logo no terceiro minuto, Keno recuperou a bola e cruzou a cabeçada de Sasha, mas Daniel segurou firme. Era o cartão de visitas para o Colorado. Aos oito, Ademir deu um grande susto na defesa gaúcha. O atacante tentou encobrir Daniel e acertou o travessão.

A pressão era muito grande. No lance seguinte, a casa do visitantes caiu. De Pena tentou afastar de cabeça, mas a bola sobrou para Junior Alonso na intermediária. O zagueiro ajeitou de cabeça para Hulk, que dominou, tirou o goleiro Daniel do lance e empurrou para o gol vazio.

Ao longo da primeira etapa, o Atlético passou a sair de maneira tranquila, fazendo bem a transição da defesa para o ataque, sem sofrer sustos. Otávio se destacou nesta função.

O Internacional conseguiu entrar no jogo somente depois dos trinta minutos. Na primeira chegada, Carlos De Pena arriscou de longe e Everson tocou na bola para desviar para escanteio e não correr riscos. Em seguida, Wesley arriscou de muito longe e Everson segurou firme.         

INTER MELHORA, MAS HULK É CIRÚRGICO

No segundo tempo, os papéis se inverteram e o Internacional voltou melhor para a partida. O Colorado ganhou o meio-campo e atacava mais, no entanto, com chutes sem pontaria.

O Atlético voltou para o jogo após a entrada de Savarino. Aos vinte e sete, o venezuelano arriscou e Daniel evitou o segundo gol.

O Inter foi para o tudo ou nada e perdeu uma excelente oportunidade aos trinta e um. Taison puxou contra-ataque rápido, tocou para Edenilson, que acertou a trave de Everson. No rebote, Alemão não alcançou a bola e a defesa afastou. Inacreditável o gol perdido.

Se o segundo tempo atleticano não foi primoroso, a qualidade sobressaiu nos acréscimos. Zaracho entregou para Hulk, que pedalou na frente de Kaique e tocou por cima de Daniel, com muita categoria, para sacramentar a vitória alvinegra.  

Colunistas

Carregando...

Enquete

Carregando...

Saiba mais