Carregando...

Atlético

Imagem: Pedro Souza/Atlético

Cristiano Nunes explica alto rendimento do Atlético; preleções são destaques

O preparador físico do Atlético Cristiano Nunes, concedeu entrevista ao 98 Esportes e falou sobre o trabalho realizado na equipe alvinegra.

Por Thais Santos

O preparador físico do Atlético, Cristiano Nunes, concedeu entrevista ao 98 Esportes desta sexta-feira e detalhou o trabalho que vem sendo feito no clube alvinegro. O Galo é o atual líder do Campeonato Brasileiro com 50 pontos, 11 a mais que o vice-líder Flamengo e o terceiro colocado Palmeiras. O time ainda está na semifinal da Copa do Brasil e vai encarar o Fortaleza, o jogo de ida será no dia 20 de outubro, no Mineirão e a partida da volta acontecerá no dia 27 de outubro, no Castelão.

Mesmo com a eliminação na Libertadores para o Palmeiras, a equipe alvinegra conta com um volume grande de jogos e no empate em 2x2 contra a Chapecoense o time demonstrou uma queda de rendimento e Cristiano falou sobre a situação, demonstrando confiança no que será apresentado pelo elenco nos próximos duelos:

“ Eu vejo que os jogadores de uma forma geral, estão preparados, estão com uma sequência boa de partidas, com uma minutagem bastante alta, não vejo a necessidade de estar poupando os jogadores, salvo os casos onde eles apresentarem um nível de estresse físico muito alto. Caso isso não aconteça, eles se prepararam para isso, para esse momento, essa reta final da competição e eu acredito que nós estamos em um bom momento apesar de não ter tido um rendimento adequado contra a Chapecoense, mas nós vamos com força máxima nessas 16 partidas que nos restam pelo Campeonato Brasileiro e também buscar essa vaga na final da Copa do Brasil.”


O profissional atleticano também detalhou o processo para decidir quem deve ser poupado dos jogos, após uma série de informações colhidas:


“ Uma série de controles que são realizados diariamente principalmente no pós-jogo. A ciência está diretamente aplicada ao nosso dia a dia, então hoje o atleta logo após o término da partida, ele já inicia o seu processo de recuperação, hoje já existem as botas de compressão, as botas de resfriamento, uma suplementação muito forte ali, onde o atleta já começa a se recuperar para o dia seguinte. Quando ele chega no nosso CT, uma série de informações são coletadas para serem analisadas... Como tá o peso? Ele conseguiu recuperar o peso? Ele tá desidratado? Percepção de dor... Existe alguma dor localizada? Como estão os indicadores de fadiga? O atleta ainda passa por um controle termográfico dos membros inferiores para identificar se existe uma temperatura da musculatura da coxa um pouco mais elevada onde precisa de um cuidado maior, então baseado em todas essas informações, você toma a decisão, se existe a necessidade de poupar.”


Por fim, Cristiano Nunes ainda falou dos discursos feitos por ele nas preleções do Atlético e a importância do equilíbrio emocional do grupo:

“ Essa questão mental, emocional, é extremamente importante. Por mais que o atleta esteja bem preparado, é importante que ele entenda que aquele momento do jogo, é o momento em que ele tem que externar toda a preparação feita ao longo da temporada. Ele não pode ter bloqueio nenhum, ele tem que estar muito confiante e quando você chega em fases decisivas das competições, esse lado emocional pesa muito também... Falando dessa fala que acontece pré-jogo, esse é o momento onde eu procuro passar para os jogadores essa confiança, essa mentalização de que nós estamos preparados, e que nós tenhamos a total confiança de colocar não só individualmente, mas principalmente na questão coletiva da qualidade do nosso grupo.”

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais