Atlético

  1. Esporte
  2. Atlético
  3. Em prévia da semifinal, Atlético bate a Caldense no Mineirão e garante primeiro lugar
Imagem: Pedro Souza/Atlético

Em prévia da semifinal, Atlético bate a Caldense no Mineirão e garante primeiro lugar

Na semifinal, o Galo terá a vantagem de dois resultados iguais e decidirá em seus domínios.


Por Guilherme Souza

Para confirmar a primeira colocação da fase classificatória do Campeonato Mineiro, o Atlético recebeu a Caldense na tarde deste sábado, no Mineirão. Com gols de Sasha, Vargas e Hulk, o alvinegro venceu por 3x0.

O Galo assegurou a primeira colocação, com 28 pontos, e enfrentará a própria Caldense na semifinal. O Atlético jogará por dois resultados iguais e decidirá em seus domínios.

INTENSIDADE NO PRIMEIRO TEMPO

Com o retorno de Matías Zaracho, o Atlético teve mais liberdade e criatividade no meio-campo. Isto possibilitou que a equipe alvinegra empurrasse a Caldense para o seu campo defensivo nos primeiros trinta minutos de jogo.

 A primeira boa chance veio com Sasha. Aos dois minutos, o atacante invadiu a área e bateu cruzado, mas sem ângulo. A bola passou por toda a extensão da pequena área.

Com Otávio na saída de bola, o Galo chegava com bons passes na entrada da área. Aos sete, Savarino recebeu do volante e mandou para o gol. A bola passou perto do ângulo de Renan Rinaldi.

Aos treze, Guga descolou cruzamento para Sasha na área e o atacante mandou de perna esquerda, levando perigo à meta da Veterana.

O gol atleticano era questão de tempo. E veio aos vinte. Guga foi acionado na direita, bateu cruzado, e Sasha, na entrada área, dominou de costas, girou e bateu cruzado, marcando um belo gol.

Depois do gol, o Atlético desacelerou o ritmo e passou a chegar com boas trocas de passe, sem muita pressa.

A Caldense assustou o alvinegro efetivamente aos quarenta e quatro. Neto Costa recebeu de Alemão, ficou cara a cara com Rafael, que fez uma defesaça.

GALO DESLANCHA E ABRE A PORTEIRA

 Na segunda etapa, o Atlético imprimiu um ritmo avassalador. Aos treze minutos, Vargas, que fez grande partida, recebeu pela meia esquerda e soltou um ‘pombo sem asas’ no ângulo de Renan Rinaldi, marcando o segundo do alvinegro.

Após o segundo gol, a partida se tornou um treino de luxo para o Galo, que passou a chegar ao ataque sem qualquer dificuldade. Com isso, El Turco Mohamed passou a rodar o elenco. Uma das alterações foi o artilheiro Hulk, que retornou após se recuperar da Covid-19.

O atacante precisou de seis minutos para deixar sua marca. Vargas achou Dylan Borrero, que limpou a defesa e deu um presentaço para o artilheiro. Hulk só teve o trabalho de cumprimentar as redes do time de Poços de Caldas. Na reta final, o alvinegro apenas administrou a vantagem construída.   

Colunistas

Carregando...

Enquete

Carregando...

Saiba mais