Carregando...

Atlético

Imagem: Pedro Souza/Atlético

Everson salva nos pênaltis e Atlético elimina o Boca Juniors-ARG

Com o resultado, o Atlético aguarda Argentinos Juniors e River Plate para o confronto das quartas de final da Libertadores. Os dois times argentinos entram em campo amanhã.

Por Vinícius Silveira

O Atlético está nas quartas de final da Copa Libertadores da América. O Galo empatou com o Boca Juniors, por 0 a 0, no tempo normal. Nas cobranças de pênalti, Everson se destacou na vitória por 3 a 1.

Com o resultado, o Atlético aguarda Argentinos Juniors e River Plate para o confronto das quartas de final da Libertadores. Os dois times argentinos entram em campo amanhã.

Atlético inicia bem, mas Boca equilibra

Nos minutos iniciais, o Atlético pressionou e criou duas oportunidades de gol. A primeira com Dodô, pegando o rebote de fora da área, e a melhor delas com Zaracho, que recebeu a bola em boas condições, mas finalizou fraco, dando chance de defesa para o goleiro Rossi.

Aos poucos, o Boca Juniors foi equilibrando o jogo e igualou as condições com o Atlético. O time argentino encontrou defeitos defensivos nas duas laterais, e em lançamentos, a equipe Xeneize levava perigo. Aos 15, Villa recebeu lançamento, e Everson quase complica na defesa. Sorte que o impedimento já havia sido marcado. O lance foi repetido cinco minutos depois. Briasco recebeu na grande área, driblou Mariano, e chutou para grande intervenção de Everson. No rebote, Pavón mandou a bola para fora.

No decorrer do primeiro tempo, os dois times apertaram na marcação e os ataques mais perigosos tornaram-se escassos. A última grande finalização foi Savarino, que chutou cruzado a direita de Rossi, mas o lance estava invalidado por impedimento.

VAR anula gol do Boca Juniors e Everson salva nos pênaltis

Na etapa final, os dois times seguiram com o jogo bastante pegado, com forte marcação das duas partes. A jogada de mais perigo resultou no gol do Boca Juniors, anotado por Weigandt, após cobrança de falta para a grande área. Contudo, a arbitragem pegou impedimento do meio-campo González no começo da jogada.

Quando mais o tempo passava, mais o nervosismo tomava conta dos dois times, impedindo que outras chances de perigo fossem criadas. Somente uma oportunidade para cada lado na etapa final. Savarino recebeu passe de Sasha, entrou na área, mas chutou cruzado para fora. Pouco depois, foi a vez de Pavón finalizar, mas errando o alvo.

Com novo 0 a 0 no tempo normal, a disputa foi para as cobranças por pênaltis. No tiro da marca da cal, brilhou a estrela do goleiro Everson, tão criticado em outros tempos, e hoje foi essencial. O arqueiro atleticano defendeu as cobranças de Villa e Rolón, e ainda marcou o gol da classificado. O Galo balançou as redes também com Nacho Fernández e Junior Alonso.

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais