Atlético

  1. Esporte
  2. Atlético
  3. Fortaleza abre 2x0 no Mineirão, mas Atlético busca virada nos acréscimos
Imagem: Pedro Souza/Atlético

Fortaleza abre 2x0 no Mineirão, mas Atlético busca virada nos acréscimos

O meia Rubens foi uma peça fundamental na vitória do alvinegro.


Por Guilherme Souza

Depois de duas vitórias consecutivas, o Atlético recebeu o Fortaleza no Mineirão, em partida válida pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com uma virada histórica, o Galo venceu por 3x2. Romarinho, duas vezes, abriu 2x0 para o Leão, mas Rubens, Réver e Matheus Jussa, contra, viraram. 

Com o resultado, o alvinegro atingiu a marca de 24 pontos. O Atlético volta a campo na próxima terça-feira, às 19h15, diante do Emelec, no Equador, na partida de ida das oitavas de final da Copa Libertadores da América.

TIME COMPLETAMENTE MODIFICADO 

O Atlético começou a partida com uma escalação completamente modificada. O técnico Turco Mohamed adotou o esquema com três zagueiros, escalando Réver, Igor Rabello e Junior Alonso. Nas vagas de Mariano e Nacho, suspensos, entraram Guga e Calebe. Hulk, com um edema, e Keno, com uma lesão na coxa, deram lugares a Sávio e Sasha. Além disto, o treinador atleticano poupou Otávio e Vargas, dando oportunidade a Guilherme Castilho no meio-campo.

FORTALEZA DOMINA O PRIMEIRO TEMPO E ABRE BOA VANTAGEM

O Leão do Picci começou a partida ditando o ritmo no Mineirão. Logo com dois minutos, Romarinho acertou um chutaço da entrada da grande área e acertou o ângulo de Everson, abrindo o placar. 

Além do gol cedo, o time visitante dominava as ações do jogo e ficava muito a vontade para tocar bola no campo de ataque. Aos quinze minutos, Moisés tentou infiltrar, a bola sobrou para Yago Pikachu, que bateu pra fora. 

A superioridade dos visitantes foi convertida em gol pela segunda vez aos vinte e oito minutos. Após erro de Réver no ataque, Moisés achou Romarinho livre, que só teve o trabalho de bater no contrapé de Everson, aumentando a vantagem. 

O Fortaleza ainda perdeu duas excelentes oportunidades antes do intervalo. Aos trinta e cinco, Pikachu cobrou escanteio, a bola desviou e passou próximo ao gol defendido por Everson. Nos acréscimos, Pikachu recebeu um belo lançamento, tentou tirar de Everson, que conseguiu evitar o terceiro gol dos visitantes.

TURCO CORRIGE E GALO CONSEGUE VIRADA  

No segundo tempo, o Atlético melhorou após as modificações, sobretudo com as entradas de Vargas, Rubens e Ademir. O primeiro já havia entrado antes do fim do primeiro tempo.

O Galo atacava bem mais que na primeira etapa. Entretanto, o Galo parecia nervoso no último passe antes da definição.

Aos vinte e seis, Arana cobrou escanteio e Igor Rabello desviou, mas Marcelo Boeck defendeu. Dois minutos depois, Fábio Gomes cruzou para Vargas, e em nova cabeçada, o goleiro do Leão evitou o gol novamente. 

Aos trinta, o alvinegro conseguiu diminuir. Vargas cruzou na área e Rubens desviou para o fundo das redes. 

Depois de muita pressão, o Atlético chegou ao empate aos quarenta e um. Após bola cruzada na área, Igor Rabello ajeitou para o capitão Réver, que cabeceou no contrapé do goleiro, deixando tudo igual.

Nos acréscimos, o que parecia improvável minutos atrás, aconteceu. Aos cinquenta e um, Arana cruzou na cabeça de Vargas, que cabeceou e a bola ainda tocou em Matheus Jussa, que acabou mandando contra o próprio gol. Virada do Galo no Mineirão. O VAR acabou demorando na análise, mas confirmou o gol da vitória atleticana.

Colunistas

Carregando...

Enquete

Carregando...

Saiba mais