Atlético

  1. Esporte
  2. Atlético
  3. Galo vence o Atlético-GO e quebra sequência negativa
Imagem: Pedro Souza/Atlético

Galo vence o Atlético-GO e quebra sequência negativa

Com o resultado, o Atlético é o vice-líder do Campeonato Brasileiro, com 12 pontos, um a menos que o Corinthians, líder.


Por Vinícius Silveira

Após quatro jogos sem vencer, o Atlético voltou a sair vitorioso de campo no Brasileirão. O Galo venceu o Atlético-GO, por 2 a 0, no Independência. Os gols foram marcados por Marlon Freitas, contra, e Hulk.

Com o resultado, o Atlético é o vice-líder do Campeonato Brasileiro, com 12 pontos, um a menos que o Corinthians, líder. O Atlético-GO segue na 19ª colocação, com apenas três pontos.

Na próxima rodada, o Atlético não entrará em campo, uma vez que o jogo contra o Bragantino foi adiantado. O Galo passa a pensar em Libertadores e vai enfrentar o Independiente Del Valle, quinta-feira, às 19 horas.

Galo domina no primeiro tempo 

Nos primeiros 45 minutos, o Atlético foi soberano em campo. Jogou no campo de ataque, boa movimentação e finalizou sempre com perigo ao gol do goleiro Ronaldo. Já o Atlético-GO não trouxe maiores problemas a defesa atleticana.

A pressão atleticana teve efeito aos 13 minutos. Após escanteio batido por Keno, a bola foi desviada na primeira trave, e o volante Marlon Freitas tocou para as redes, só que contra. Mesmo com o gol, o Atlético tentou ampliar o marcador, mas parou nas luvas do goleiro Ronaldo ou na presença da defesa do Dragão.

Nos minutos finais, era ataque do Galo contra defesa do Dragão. Jair ainda teve uma ótima finalização, mas que foi desperdiçada.

Hulk coloca números finais no jogo 

No segundo tempo, o Atlético sofreu uma baixa importante. O atacante Keno, que já havia sentido a coxa direita na etapa anterior, novamente reclamou de dores no local e foi substituído por Ademir. Sem Keno, o Galo ainda tinha a velocidade, mas o Atlético-GO passou a incomodar mais.

O Atlético-GO ocupou mais o campo de ataque, tentou abrir a defesa do Galo, mas a postura da defesa alvinegra foi muito superior ao ataque goiano. No entanto, as investidas do rubro-negro, aliado a escassez de ofensivas do Atlético, tornaram o jogo perigoso.

A partir da metade do segundo tempo, o Atlético ‘acordou’ no jogo, adiantou a marcação e passou a roubar a bola no campo ofensivo. Rapidamente, o Galo fez o segundo gol. Jair tomou a bola, Hulk tentou a finalização e passou a Nacho Fernández. O meia tentou a finalização, voltou a bola para o camisa 7 alvinegro, e o Vingador mandou para as redes.

Com o placar ampliado, o Atlético teve maior tranquilidade no jogo. O Atlético-GO não atacou mais e a confirmação da vitória foi questão de tempo. 

Colunistas

Carregando...

Enquete

Carregando...

Saiba mais