Atlético

  1. Esporte
  2. Atlético
  3. Hulk brilha, Atlético vira para cima do Fluminense e se aproxima do título
Imagem: Pedro Souza/Atlético

Hulk brilha, Atlético vira para cima do Fluminense e se aproxima do título

O resultado ampliou a vantagem do alvinegro na ponta da tabela de classificação.


Por Guilherme Souza

Na busca pelo tão sonhado título do Campeonato Brasileiro, o Atlético recebeu o Fluminense na tarde deste domingo, no Mineirão. Com dois gols de Hulk, o alvinegro venceu por 2x1, de virada. Manoel fez o gol tricolor.

Com o resultado, o Galo chegou a 78 pontos e ampliou a vantagem na liderança para 11 pontos, com um jogo a mais em relação ao vice-líder Flamengo, que tem 67.

O próximo compromisso do alvinegro será diante do Bahia, na quinta-feira, às 18h, na Arena Fonte Nova, em Salvador. O duelo é válido pela 32ª rodada. O Fluminense, também enfrentará o Bahia em Salvador, no entanto, a partida será no próximo domingo, às 16h.

GALO NERVOSO NO PRIMEIRO TEMPO

Com mais um grande público no Gigante da Pampulha, o Atlético encarou um adversário duro e que não se abateu com a pressão da torcida alvinegra. Isto contribuiu para que o nervosismo afetasse o time mineiro.

Logo no primeiro minuto, André arriscou de fora da área e Everson defendeu. O Fluminense trocava passes no meio-campo e tentava neutralizar o jogo.

O primeiro lance de perigo pelo Atlético foi aos dez, quando Diego Costa recebeu na área e finalizou pra fora.

Três minutos depois, a resposta tricolor foi fatal. Após levantamento de Marlon na área, Manoel apareceu como elemento surpresa para tocar de cabeça e abrir o placar.

Após o gol, a ansiedade aumentou no lado alvinegro. Aos dezessete, Fred recebeu na entrada da área e chutou para a defesa de Everson.

Depois da metade do primeiro tempo, o Atlético se tranquilizou, botou a bola no chão e começou a incomodar efetivamente o adversário.

Aos trinta e cinco, após disputa na área entre Marlon e Diego Costa, o árbitro Marielson foi até o VAR e marcou a penalidade máxima para o Atlético em função de um toque de mão do jogador da equipe carioca. Hulk cobrou no canto esquerdo e empatou a partida.

O gol inflamou o Mineirão, e o time foi pra cima. Aos quarenta, a virada quase veio com Keno, que limpou e bateu pra fora, mas com muito perigo. Quatro minutos depois, foi a vez de Jair, que tabelou com Diego Costa e chutou por cima.

HULK BRILHA EM GOLAÇO

O Atlético voltou melhor para o segundo tempo. Aos seis, depois de cobrança de escanteio, Alonso cabeceou para a defesa de Marcos Felipe, que estava muito bem posicionado.

Aos treze, Caio Paulista arriscou e mando longe do gol. No contra-ataque, viria a virada atleticana. Hulk sofreu falta de Marlon na intermediária; ele mesmo cobrou, a bola desviou na barreira e morreu no fundo das redes. Belo gol do artilheiro atleticano.

Depois do segundo gol, o Atlético acalmou e controlou o jogo. A única oportunidade do time carioca foi com Yago Felipe, que finalizou da entrada da área e obrigou Everson a fazer uma defesaça. 

Colunistas

Carregando...

Enquete

Carregando...

Saiba mais