Atlético

  1. Esporte
  2. Atlético
  3. Hulk e Diego Godín comandam vitória do Atlético contra o Patrocinense
Imagem: Pedro Souza/Atlético

Hulk e Diego Godín comandam vitória do Atlético contra o Patrocinense

Com o resultado, o alvinegro retomou a liderança do Campeonato Mineiro.


Por Guilherme Souza

A matinê do domingo foi de duelo entre Atlético e Patrocinense, no Mineirão, pela quarta rodada do Campeonato Mineiro. Com gols de Hulk, duas vezes, e Diego Godín, o Atlético fez 3x0 sem dificuldades.

Com o resultado, o Galo retomou a ponta da tabela, com 10 pontos. O Patrocinense, por sua vez, é o oitavo, com 4 pontos.

Na próxima rodada, o alvinegro encara a URT na quarta-feira, às 21h30, no Zama Maciel, em Patos de Minas. A Águia recebe a Caldense no mesmo dia, às 20h30.   

PRIMEIRO TEMPO AMARRADO

 O duelo entre Atlético e Patrocinense começou fervendo na manhã deste domingo, no Mineirão. Quem esperava uma equipe retraída, se enganou. O time comandado por Gustavo Brancão buscou incomodar o Galo nos minutos iniciais. Inclusive, Everson foi obrigado a fazer uma ótima intervenção. Aos quatro, Reis recebeu pelo lado esquerdo e chutou cruzado para defesaça do goleiro atleticano.

Depois dos cinco minutos, o Atlético entrou no jogo e quase marcou com Zaracho. O meia saiu cara a cara com Jaccson, que deixou o corpo e mandou para escanteio. Grande defesa do arqueiro.

O Atlético passava a alugar o campo de ataque e fez um cerco na área do adversário. Arana foi muito acionado com entradas na área. Assim surgiu um escanteio, e após a cobrança, Jair desviou no primeiro pau, com muito perigo.

Se estava difícil para chegar tocando, aos trinta e dois, Guilherme Arana pegou de primeira o rebote de fora da área, o chute saiu cruzado e a bola passou muito perto gol .

Água mole em pedra dura tanto bate até que fura! No último minuto da primeira etapa, Nacho cobrou escanteio pela direita, e após desviou na primeira trave, Hulk apareceu no segundo pau, como elemento surpresa, e só teve o trabalho de completar de cabeça para o fundo das redes.   

 ADEMIR ENTRA, ATLÉTICO SE SOLTA E ESTREANTE MARCA

Com a entrada de Ademir, o Atlético voltou para a segunda etapa com mais velocidade. Pelo lado direito, o ponta incomodava muito a defesa adversária.

Aos nove, o Fumacinha soltou a bomba e obrigou o goleiro a espalmar.

Aos quinze, o Atlético que voltou bem melhor para a segunda etapa, botou a segunda bola na rede. Nacho recebeu pela direita e cruzou com perfeição para a área, onde estava Hulk para marcar mais um de cabeça.    

Aos vinte e seis, em uma das raras descidas dos visitantes no segundo tempo, Michel Elói soltou a bomba, Everson espalmou, e no rebote, o Patrocinense perdeu um gol incrível.

Para fechar a manhã de domingo do atleticano faltava um ingrediente especial. O gol do estreante Diego Godín. Mariano cruzou com perfeição aos trinta e quatro, e o uruguaio, com muita tranquilidade, só teve o trabalho de cabecear no outro canto.

No finalzinho, Arana achou Ademir na área e o atacante completou para o gol, mas a arbitragem anulou o que seria o quarto gol.   

 

Colunistas

Carregando...

Enquete

Carregando...

Saiba mais