Atlético

  1. Esporte
  2. Atlético
  3. Nacho marca no fim, Atlético vence o Democrata e aumenta vantagem na liderança do Mineiro
Imagem: Pedro Souza/Atlético

Nacho marca no fim, Atlético vence o Democrata e aumenta vantagem na liderança do Mineiro

O alvinegro chegou a 25 pontos e abriu seis em relação ao segundo colocado.


Por Guilherme Souza

Para consolidar a primeira colocação da fase classificatória do Campeonato Mineiro, o Atlético visitou o Democrata na tarde deste sábado. No duelo no Estádio Mamudão, em Governador Valadares, melhor para o Galo, que venceu por 1x0, com um gol de Nacho Fernández.

Com o resultado, o Atlético chegou a 25 pontos isolou-se na liderança. O Democrata é o sétimo, com 11.

Na última rodada da primeira fase, o alvinegro recebe a Caldense no sábado, às 16h30, no Mineirão. O Democrata vai até Patos de Minas, no Estádio Zama Maciel, para enfrentar a URT no mesmo horário.

PRIMEIRO TEMPO POUCO INSPIRADO

A baixa qualidade do gramado prejudicou bastante a partida. As duas equipes tiveram inúmeros lances interrompidos pelo quique da bola.

Sem um meia de origem, o Atlético apostou suas fichas da armação para Eduardo Vargas e Ademir, que iniciaram a partida recuados, buscando a bola no campo de defesa.

O Democrata, por sua vez, se mandava para o ataque em bolas esticadas pelas pontas, principalmente após erros do time atleticano.

O Galo chegou efetivamente em duas oportunidades na primeira etapa. Aos trinta e três, Ademir recebeu de Vargas, cruzou para Keno, que tentou ajeitar. Na sobra, Sasha bateu mascado para a defesa de Lucão. No lance seguinte, Vargas achou Sasha livre pela direita, mas o atacante cruzou errado para Ademir, possibilitando o corte da defesa.

A Pantera, por sua vez, assustou somente aos trinta e sete. Chico apareceu sozinho, tabelou com Pivô, e chutou por cima do gol de Rafael, com muito perigo.     

NACHO SAI DO BANCO PARA RESOLVER

A segunda etapa do Galo foi o oposto da primeira. A equipe atleticana ‘alugou’ o campo de ataque e fez uma blitz contra a defesa dos donos da casa.

Aos doze, Sasha chutou forte e Lucão espalmou. No minuto seguinte, após chute cruzado de Vargas, a bola bateu em Ademir e obrigou Lucão a fazer excelente defesa. Mas o lance foi invalidado por impedimento.

Em um intervalo de um minuto e meio, o alvinegro acertou a trave por duas vezes. Aos dezessete, Sasha ajeitou, carregou e arriscou de muito longe, mandando na trave direita de Lucão. Depois, Keno mandou pra área e a bola bateu no travessão antes de sair.

Na reta final, o técnico Antônio Mohamed promoveu as entradas de Fábio Gomes, Savarino e Nacho, buscando encurralar ainda mais o adversário. E funcionou.

De tanto insistir, aos quarenta minutos, Dylan Borrero ganhou da defesa, a bola sobrou para Nacho, que de perna esquerda soltou a bomba para vencer Lucão, que fez ótima partida.   

Nos minutos finais, quando o Democrata se lançou ao ataque, o Galo ainda marcou novamente com Savarino, aproveitando rebote. No entanto, o venezuelano estava em impedimento, que foi marcado.

Ainda teve tempo para a confusão entre o atacante Fábio Gomes e o zagueiro Rafael Caldeira. Ambos foram expulsos. 

Colunistas

Carregando...

Enquete

Carregando...

Saiba mais