Carregando...

Atlético

Imagem: Pedro Souza/Atlético

No Morumbi, Atlético e São Paulo empatam sem gols

O alvinegro aumentou a vantagem em relação ao vice-líder Palmeiras.

Por Guilherme Souza

O Atlético enfrentou o São Paulo na noite deste sábado, no Morumbi, em partida válida pela vigésima segunda rodada do Campeonato Brasileiro da Série A.

 Com o resultado, o Galo ampliou a vantagem na liderança, chegando a 46 pontos e abrindo 8 em relação ao Palmeiras, vice-líder. O time paulista, por sua vez, se manteve em décimo segundo, com 27 pontos.

 O próximo compromisso do Atlético será na terça-feira, às 21h30, no Mineirão, no duelo de volta da semifinal da Copa Libertadores da América, com o Palmeiras.

 PRIMEIRO TEMPO MORNO

 A primeira etapa foi marcada pela pouca produção e inspiração das duas equipes. O Atlético encontrou bastante dificuldade para criar. Com isso, os atacantes Vargas e Hulk atuaram, em boa parte, no meio-campo, em função da escassez de bolas no setor de ataque.

O São Paulo, por sua vez, pouco fez e parecia preocupado somente com a marcação.

O alvinegro, com a defesa do adversário fechada, optava por chutes de longa distância e jogadas aéreas. Foi assim que o Galo conseguiu suas duas oportunidades. Aos vinte e três, Nathan testou Volpi, em chute da entrada da área, e o goleiro defendeu em dois tempos. Três minutos depois, após cobrança de escanteio de Guga, Réver cabeceou no meio do gol e Volpi segurou.

SÃO PAULO PRESSIONA NO INÍCIO, MAS GALO ACORDA

 Na segunda etapa, o São Paulo controlou amplamente os vinte primeiros minutos. O Tricolor fez uma blitz próximo do gol atleticano. Aos cinco minutos, Rodrigo Nestor realizou grande jogada pelo lado direito após bobeira de Arana, mas Guga apareceu para travar o atacante e ceder escanteio.

 Aos dezoito, Rigoni cobrou falta pelo lado esquerdo e acertou o travessão. O São Paulo ainda pressionava em chutes de fora da área.

 Depois das alterações promovidas por Cuca, o Atlético voltou para o jogo. Jair e Nacho melhoraram o meio-campo e o time passou a atacar. Aos vinte e quatro, frontal ao gol, Hulk soltou a bomba e mandou pra fora. Dois minutos depois, depois de cruzamento de Arana, Hulk cabeceou no canto esquerdo de Volpi e fez o gol, no entanto, o lateral estava em posição de impedimento no início da jogada.  

 Aos quarenta e um, o Atlético desperdiçou sua última chance da partida. Arana acertou um chute de longe, mas Volpi evitou um golaço com uma defesaça no ângulo.  

 Nos acréscimos, Gabriel Sara finalizou colocado e deu um verdadeiro susto no goleiro Everson, mas a bola saiu pela linha de fundo.

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais