Carregando...

Cruzeiro

Imagem: Foto: Samara Miranda/Remo

Ainda sem a rescisão, Felipe Conceição aciona a CNRD contra o Cruzeiro

Felipe Conceição diz que o Cruzeiro não fez o acerto e sequer assinou os documentos da rescisão. O treinador discorda da afirmação do clube de que a saída de Conceição teria ocorrido “em comum acordo”. Clube celeste mantém a versão saída a partir de um acerto entre as partes.

Por Vinícius Silveira

O técnico Felipe Conceição ainda não foi registrado pelo Remo no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF. Por conta disso, o ex-treinador do Cruzeiro entrou no CNRD exigindo a rescisão contratual com o clube para ser registrado pelo time paraense.

Felipe Conceição diz que o Cruzeiro não fez o acerto e sequer assinou os documentos da rescisão com o clube. O treinador também discorda da afirmação do clube de que a saída de Conceição teria ocorrido “em comum acordo”.

Na noite desta segunda-feira, o Cruzeiro divulgou nota oficial mantendo o posicionamento de que a saída de Felipe Conceição do clube teria ocorrido a partir de um acordo entre as partes. Confira

O Cruzeiro informa que, no dia 9 de junho de 2021, logo após a partida contra a Juazeirense, pela Copa do Brasil, o treinador Felipe Conceição se reuniu com a diretoria do Clube, no espaço reservado à comissão técnica no estádio Adauto Moraes, em Juazeiro/BA.

Na conversa, houve consenso entre as partes de que o ambiente não era dos melhores e, em comum acordo, se optou pela não continuidade do trabalho. Tanto que o técnico sequer compareceu ao vestiário para se despedir dos atletas, diante do clima desfavorável.

A diretoria do Cruzeiro, no momento da conversa com Conceição, estava representada por Sérgio Santos Rodrigues (presidente), Rodrigo Pastana (diretor de futebol) e Deivid (então diretor técnico).

Desde então, o Clube tem tentado costurar o acordo para viabilizar o pagamento ao profissional. No entanto, não tem recebido por parte do treinador uma sinalização concreta. Da mesma forma, o Cruzeiro reitera que continua disposto a viabilizar uma resolução da pendência o quanto antes, e que seja positiva para as duas partes”.

Felipe Conceição trabalhou no Cruzeiro entre fevereiro e junho deste ano, terminando o Campeonato Mineiro como semifinalista e parando na terceira fase da Copa do Brasil. Ao todo, foram 19 jogos, com oito vitórias, três empates e oito derrotas.

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais