Carregando...

Cruzeiro

Imagem: Thiago Caldas/Náutico

Com gol de Thiago, Cruzeiro derrota o Náutico nos Aflitos

Com o resultado, o Cruzeiro subiu para o 14º lugar, com 21 pontos, e vai encerrar o turno fora da zona de rebaixamento.

Por Vinícius Silveira

O Cruzeiro venceu o Náutico, por 1 a 0, no Estádio dos Aflitos, em Recife, valendo pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. O gol celeste foi marcado por Thiago, no segundo tempo.

Com o resultado, o Cruzeiro subiu para o 14º lugar, com 21 pontos, e vai encerrar o turno fora da zona de rebaixamento. O Náutico, que liderou boa parte do primeiro turno da Série B, segue na sexta colocação, com 30 pontos, mas pode cair posições caso os concorrentes saiam vitoriosos de seus compromissos.

O Cruzeiro voltará a campo na sexta-feira (20), contra o Confiança, no Mineirão, às 21h30. Será o primeiro jogo celeste com a presença do torcedor após um ano e cinco meses de ausência.

Jogo truncado e pouco produtivo 

Antes do jogo, Vanderlei Luxemburgo apostou no atacante Dudu após a boa entrada do jogador na partida contra o Sampaio Corrêa, e Marcelo Moreno retornou ao time titular.

No primeiro tempo, Cruzeiro e Náutico cometeram diversos erros em campo. Os passes eram incompletos e as finalizações não exigiram dos goleiros em campo.

A melhor chance do Cruzeiro foi de Bruno José. Após cruzamento de Dudu, a bola passou por toda a defesa, e o atacante celeste tinha como única alternativa executar uma bicicleta, mas errou o alvo.

Sem conseguir construir jogadas ofensivas, o Cruzeiro passou a apostar em lançamentos longos, mas todos eles não resultaram em lances de perigo. Por sua vez, o Náutico encontrou as melhores ações pelo lado esquerdo, com Rafinha e Vinícius.

Thiago entra e marca o gol da vitória 

No segundo tempo, os dois times seguiram com dificuldades de criar jogadas, pecando nos passes e nas finalizações. Contudo, diferente do primeiro tempo, os dois goleiros trabalharam em algumas oportunidades. Fábio defendeu as investidas de Camutanga e Jean Carlos.

O Cruzeiro perdeu uma ótima chance de Claudinho, que saiu frente ao goleiro Jefferson, mas finalizou errado. Minutos depois, Eduardo Brock cabeceou a bola após escanteio batido por Claudinho, mas errou o alvo.

Visivelmente melhor em campo, o Cruzeiro buscava o gol da vitoria, e ele saiu aos 37 minutos. Eduardo Brock cobrou falta com força, o goleiro Jefferson não agüentou segurar, e a bola sobrou para Thiago, que só teve o trabalho de empurrar a bola para as redes do Náutico.

Nos minutos finais, o Náutico partiu para a pressão, mas de forma desordenada, pouco produziu e a defesa cruzeirense saiu-se melhor em todos os lances.   

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais