Cruzeiro

  1. Esporte
  2. Cruzeiro
  3. Com gol no último minuto, Cruzeiro derrota a Caldense em Poços de Caldas
Imagem: Wagner Silva/Caldense

Com gol no último minuto, Cruzeiro derrota a Caldense em Poços de Caldas

Com o resultado, o Cruzeiro retomou a liderança do Campeonato Mineiro, com nove pontos. A Caldense segue com seis pontos somados.


Por Vinícius Silveira

Na raça e na vontade, o Cruzeiro venceu a Caldense, por 2 a 1, no Estádio Ronaldo Junqueira, em Poços de Caldas, valendo pela quarta rodada do Campeonato Mineiro. Giovanni e Edu marcaram para o time celeste, e João Diogo anotou para a Veterana.

Com o resultado, o Cruzeiro retomou a liderança do Campeonato Mineiro, com nove pontos. A Caldense segue com seis pontos somados.

Na próxima rodada, o Cruzeiro recebe o Democrata-GV, no Mineirão, quarta-feira (8), às 19h30. Por sua vez, a Caldense sai para enfrentar o Patrocinense, no mesmo dia, porém, às 20h30.

Caldense melhor sai na frente  

Nos minutos iniciais, o Cruzeiro buscou ter a posse e bola, mas encontrou dificuldades na criação das jogadas e encontrou a Caldense com um sistema de marcação mais forte. A Veterana não deu espaços ao time celeste e dificultou as ações cruzeirenses.

No meio-campo, o Cruzeiro tinha em Giovanni a melhor opção, porém, faltou o apoio das pontas do campo. Com a bola, a Caldense buscava a velocidade, principalmente do lado esquerdo, e foi neste setor que saiu o gol da Veterana.

Aos 12 minutos, melhor em campo, João Diogo trouxe a bola para o meio e chutou para o gol. A bola desviou no zagueiro Maicon, tirou o goleiro Rafael Cabral do lance e entrou no gol.

Com o gol, a Caldense apertou ainda mais a marcação e impediu qualquer ofensiva do Cruzeiro. As dificuldades em criar as jogadas eram evidentes e favoreciam a Veterana, que com a bola nos pés buscava o ataque e tentava ampliar o marcador. Porém, sem sucesso.

Muita vontade leva o Cruzeiro a vitória 

Na etapa final, a Caldense foi melhor até a metade do segundo tempo. A Veterana ocupava mais o campo de ataque, encarou o Cruzeiro de frente e apostou na ampliação do marcador. Por sua vez, o Cruzeiro encontrou as mesmas dificuldades dos primeiros 45 minutos.

Após a metade do segundo tempo, o Cruzeiro melhorou, principalmente, após a entrada de Rafael Santos na lateral-esquerda, que deu opção de ataque ao time celeste. A parceria com João Paulo e Matheus Bidu deu certo e foi no setor esquerdo que os cruzeirenses encontraram as melhores oportunidades.

Se com a bola rolando estava complicado, foi em cobrança de falta que o empate celeste aconteceu. Giovanni cobrou falta, a bola passou pela defesa e entrou no canto esquerdo de Renan Rinaldi. O Cruzeiro seguiu explorando o lado esquerdo com Rafael Santos, que era a melhor saída. Inclusive, o camisa 36 mandou a bola no travessão em um cruzamento que foi direto para o gol. Contudo, a defesa da Caldense levou a melhor na maioria dos lances. Ofensivamente, a Veterana pareceu se contentar com o empate.

Lutando pela vitória, o Cruzeiro foi agraciado aos 51 minutos, no último lance da partida. Após escanteio batido, Maicon desviou de cabeça e Edu completou para as redes, virando o placar e dando os três pontos ao time celeste.

Colunistas

Carregando...

Enquete

Carregando...

Saiba mais