Carregando...

Cruzeiro

Imagem: Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro

Comitê de Ética instala apuração contra o ex-presidente Wagner Pires de Sá

De acordo com o clube, a fundamentação para o pedido de Sérgio Santos Rodrigues baseia-se em uma série de documentos cedidos ao Comitê de Ética e Disciplina. O órgão notificará Wagner Pires de Sá, que terá dez dias para apresentar defesa.

Por Vinícius Silveira

Na noite desta terça-feira (29), o Cruzeiro anunciou que o Comitê de Ética e Disciplina do Conselho Deliberativo do clube instaurou procedimento de apuração contra ao ex-presidente celeste Wagner Pires de Sá. A solicitação foi pedida pelo atual mandatário cruzeirense, Sérgio Santos Rodrigues, que solicitou a expulsão de Wagner Pires do quadro de conselheiros.

De acordo com o clube, a fundamentação para o pedido de Sérgio Santos Rodrigues baseia-se em uma série de documentos cedidos ao Comitê de Ética e Disciplina. O órgão notificará Wagner Pires de Sá, que terá dez dias para apresentar defesa. Caso não cumpra o prazo, o ex-presidente será julgado à revelia, sendo submetido a julgamento também pelo Conselho Deliberativo. Após sorteio, Herones Márcio Amaral Lima foi sorteado para ser relator do processo.

Wagner Pires de Sá é conselheiro benemérito e foi eleito presidente do Cruzeiro em outubro de 2017, assumido em janeiro de 2018. O ex-mandatário renunciou ao cargo em dezembro de 2019 após uma série de denúncias apresentadas, que culminaram no inédito rebaixamento do time celeste para a Série B do Campeonato Brasileiro.

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais