Carregando...

Cruzeiro

Imagem: Bruno Haddad/Cruzeiro

Cruzeiro cria chances, mas empata com o Sampaio Corrêa

Com o resultado, o Cruzeiro caiu para a 16º posição, com 18 pontos, e segue próximo da zona de rebaixamento. O Sampaio Corrêa subiu para o quarto lugar, com 30 pontos.

Por Vinícius Silveira

Cruzeiro e Sampaio Corrêa empataram por 1 a 1, no Estádio Independência, valendo pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Watson fez o gol da Bolívia Querida, e Marcelo Moreno empatou a partida.

Com o resultado, o Cruzeiro caiu para a 16º posição, com 18 pontos, e segue próximo da zona de rebaixamento. O Sampaio Corrêa subiu para o quarto lugar, com 30 pontos.

Na próxima rodada, o Cruzeiro retorna a campo contra o Náutico, terça-feira (17), às 19 horas, no Estádio dos Aflitos.C

Cruzeiro pressiona, mas é o Sampaio Corrêa que abre o placar

Antes da partida, o técnico Vanderlei Luxemburgo fez alterações no meio-campo e no ataque do Cruzeiro. Adriano e Giovanni ganharam a titularidade e Rômulo retornou o setor. Rafael Sóbis, antes meia, voltou a ser centroavante.

No primeiro tempo, o Cruzeiro jogou no ataque, buscando as ofensivas e finalizando a gol. Contudo, nenhum arremate contra o goleiro Mota deu resultado. Já o Sampaio Corrêa ficou somente na defesa, não exigiu intervenções de Fábio e ainda deu campo para o time celeste trabalhar.

A melhor chance do Cruzeiro foi com Rafael Sóbis. Wellington Nem abriu o jogo pela direita e serviu a Giovanni. O meia poderia ter batido a gol, mas preferiu driblar e serviu ao camisa 10 celeste. Sóbis mandou a bola para fora.

Se o Cruzeiro pressionou o tempo inteiro e não conseguiu marcar, o Sampaio Corrêa precisou de apenas uma chance para abrir o placar. Watson recuperou a bola no ataque, serviu a Jean Silva, que recebeu e cruzou para Watson. O lateral-direito se deslocou no meio da defesa celeste e saiu frente ao goleiro Fábio, chutando a bola para as redes.

Marcelo Moreno entra e empata o jogo

Na etapa final, Vanderlei Luxemburgo sacou Felipe Augusto e Wellington Nem e colocou Claudinho e Dudu. Com as mudanças, a postura do Cruzeiro seguiu agressiva, ocupando o campo de ataque e finalizando para o gol. O Sampaio Corrêa manteve a aposta de jogar por uma bola e aceitou a pressão celeste.

Giovanni, Claudinho, Rafael Sóbis e Norberto finalizaram a gol, sendo duas ficaram nas luvas de Mota e um acertou a trave direito do goleiro do Sampaio Corrêa. Tanta pressão teve efeito aos 27 minutos.

Claudinho chutou a gol e o goleiro Mota fez ótima defesa, mandando a bola para escanteio. Na cobrança rápida, Giovanni cruzou e Marcelo Moreno apareceu para cabecear e empatar o jogo.

Os minutos seguintes até o final da partida mostrou um Cruzeiro pressionando, buscando o gol da virada, mas faltava precisão no arremate a gol. O Sampaio Corrêa aparentava contentamento com o resultado, já que não atacava mais e o goleiro Fábio era mero espectador do segundo tempo.

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais