Cruzeiro

  1. Esporte
  2. Cruzeiro
  3. Cruzeiro goleia o Pouso Alegre e é vice-líder
Imagem: Staff Images

Cruzeiro goleia o Pouso Alegre e é vice-líder

Com o resultado, o Cruzeiro chegou aos 22 pontos e superou o Athletic, que tem a mesma pontuação, por causa do saldo de gols, 11 a 10 a favor do time celeste.


Por Vinícius Silveira

O Cruzeiro venceu o Pouso Alegre, por 5 a 1, jogando no Estádio Mineirão. João Paulo, duas vezes, Daniel Junior, Waguininho e Rafael Santos fizeram os gols celestes. Carlinhos marcou o gol de honra do Pousão.

Com o resultado, o Cruzeiro chegou aos 22 pontos e superou o Athletic, que tem a mesma pontuação, por causa do saldo de gols, 11 a 10 a favor do time celeste. O Pouso Alegre segue o drama de lutar contra o rebaixamento e é o lanterna, com apenas seis pontos.

Na próxima rodada, todos os jogos serão no sábado (19), às 16h30. O Cruzeiro viaja para enfrentar o Patrocinense, no Estadio Pedro Alves do Nascimento, e o Pouso Alegre terá o confronto direto contra o rebaixamento diante do Uberlândia, no Estádio Gino Maria Rossi, em Pouso Alegre.

Final de primeiro tempo eletrizante 

No primeiro tempo, Cruzeiro e Pouso Alegre iniciaram o jogo de forma franca, buscando a ofensividade e tentando os contra-ataques. Com mais qualidade, o time celeste mostrou superioridade e tomou conta da partida.

O Pouso Alegre apostou nos contra-ataques contando com a velocidade de Eberê e João Marcos, mas faltou qualidade na armação das jogadas. O Cruzeiro ficou mais tempo com a bola, porém, pecou na hora de finalizar.

Dominando taticamente e territorialmente, o Cruzeiro abriu o placar aos 36 minutos. Após contra-ataque, a bola sobrou para Daniel Junior, que não teve problemas para fazer o primeiro gol. Contudo, o Pouso Alegre não demorou para empatar em chute de Carlinhos.

Na reta final do primeiro tempo, o Cruzeiro ainda teve tempo para fazer o segundo gol. Waguininho dominou, limpou a marcação e fez um golaço, recolocando o time celeste a frente no marcador.

Cruzeiro administra e faz mais dois gols 

Na etapa final, o enredo foi o mesmo do primeiro tempo. Mais qualificado, o Cruzeiro dominou completamente o jogo e não demorou para fazer o terceiro gol. Willian Oliveira sofreu penalidade máxima e João Paulo cobrou a penalidade máxima como manda o figurino. Goleiro de um lado e a bola do outro.

O Cruzeiro seguiu melhor durante todo o segundo tempo, mas as chances de perigo não foram as mesmas da etapa anterior. Apenas uma levou maior perigo, com Rômulo, que parou na presença de Alencar. Por sua vez, o Pouso Alegre ainda buscou o jogo, tentou as jogadas, porém, faltava qualidade e o time celeste retomava a posse de bola.

O auxiliar técnico Martin Varini fez alterações conservadoras, alterando jogadores da mesma posição e não perdeu o controle do jogo. Ainda estreou mais um jovem formado na base celeste. O atacante Jhosefer debutou no time profissional.

No final da partida, ainda teve tempo para o quarto gol celeste. João Paulo sofreu pênalti e repetiu a receita do terceiro gol: goleiro de um lado e a bola entrou no outro.

Quem achou que a fatura estava liquidada, ainda houve tempo para o quinto gol. Rafael Santos recebeu em velocidade, finalizou na saída do goleiro Alencar, fechou a conta e passou a régua.

Colunistas

Carregando...

Enquete

Carregando...

Saiba mais