Cruzeiro

  1. Esporte
  2. Cruzeiro
  3. Cruzeiro leva dois gols no final e perde para o Remo
Imagem: Gustavo Aleixo/Cruzeiro

Cruzeiro leva dois gols no final e perde para o Remo

Com o resultado, o Cruzeiro segue com 39 pontos, caindo para o 13ª lugar. O Remo subiu duas posições e alcançou o 11º lugar, com 41 pontos.


Por Vinícius Silveira

Jogando no Estádio Independência, o Cruzeiro perdeu para o Remo por 3 a 1, valendo pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. O gol celeste foi de Eduardo Brock. Anderson Uchôa, Jefferson e Ronald marcaram para os visitantes.

Com o resultado, o Cruzeiro segue com 39 pontos, caindo para o 13ª lugar. O Remo subiu duas posições e alcançou o 11º lugar, com 41 pontos. Na próxima rodada, o time celeste volta a jogar no Independência, encarando o Vila Nova, segunda-feira (1), às 19 horas.

Cruzeiro é melhor, mas primeiro tempo termina empatado 

No primeiro tempo, o Cruzeiro dominou as ações em campo, criando oportunidades de gol, ocupando o campo de ataque, mas encontrando dificuldades para finalizar com qualidade. O goleiro do Remo Thiago Coelho fez duas defesas, em chutes de Vitor Leque e Giovanni

Por sua vez, o Remo suportou a pressão do Cruzeiro, e não apresentou força ofensiva para criar chances. Segurou a linha alta do time celeste durante quase todo o primeiro tempo até conseguir abrir o placar aos 39 minutos. Após bola levantada na área, a bola sobrou para o volante Anderson Uchôa, que chutou de primeira, e a bola entrou no canto esquerdo de Fábio.

Atrás no marcador, o Cruzeiro seguiu com força ofensiva, embora encontrasse mais dificuldades para entrar na área do Remo. Contudo, o empate aconteceu nos acréscimos. Giovanni cruzou, Vitor Leque desviou na segunda trave, e Eduardo Brock completou para as redes. Os jogadores do Remo reclamaram um toque da bola no braço de Leque, mas com ajuda do VAR, o árbitro confirmou o gol da igualdade.

Remo toma coragem e garante a vitória 

Antes de o segundo tempo começar, Felipe Conceição, técnico do Remo, foi expulso por reclamação por conta do gol do Cruzeiro. O treinador ocupou uma das cadeiras das arquibancadas do Independência.

No segundo tempo, o Cruzeiro manteve a atuação da etapa inicial. Ficou no campo de ataque, mas encontrou a marcação do Remo mais fortalecida, gerando muitos desarmes das duas partes no meio-campo. Mesmo com dificuldade, o time celeste ainda melhor.

O Cruzeiro teve um gol anulado aos 19 minutos. Marcelo Moreno chutou, a bola desviou no meio do caminho e chegou à Wellington Nem, que completou para as redes. Porem, o auxiliar marcou impedimento do atacante, que foi confirmado pelo VAR.

No decorrer do segundo tempo, o Cruzeiro foi perdendo sua força ofensiva, e o Remo passou a atacar, igualando as condições. Contudo, o time paraense chegou a virada aos 42 minutos. Jefferson recebeu, chutou cruzado, e a bola bateu na trave esquerda de Fábio antes de entrar.

A situação piorou aos 47 minutos. Lançamento para Ronald, que pegou a defesa do Cruzeiro aberta, e chutou a bola que entrou no canto esquerdo de Fábio. É o terceiro gol do Remo, que fechou o placar.  

Colunistas

Carregando...

Enquete

Carregando...

Saiba mais