Carregando...

Cruzeiro

Imagem: Bruno Haddad/Cruzeiro

Cruzeiro perde chance de vencer e empata com o Vitória

Com o resultado, o Cruzeiro estacionou na 15ª posição, com 17 pontos. Já o Vitória é o 17º colocado, com 14 pontos.

Por Vinícius Silveira

Cruzeiro e Vitória empataram em 2 a 2, no Estádio Independência, valendo pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. O time celeste marcou com Rafael Sobis e Giovanni. Samuel fez os dois gols do time baiano.

Com o resultado, o Cruzeiro estacionou na 15ª posição, com 17 pontos. Já o Vitória é o 17º colocado, com 14 pontos. Na próxima rodada, o time celeste receberá o Sampaio Corrêa, sábado (14), no Independência, às 16h30.

Vitória é melhor na etapa inicial e abre o placar 

Antes da partida, o técnico Vanderlei Luxemburgo apostou na continuidade e manteve a mesma formação que iniciou o jogo contra o Brusque.

No primeiro tempo, o time celeste teve maior posse de bola, trocou passes, mas não conseguiu finalizar com acerto. Por sua vez, o Vitória jogou com mais inteligência, procurou o erro do Cruzeiro e tinha mais organização no setor ofensivo.

O resultado da boa atuação foi a abertura do placar a favor do time baiano. Marcinho tentou a jogada pela esquerda e foi derrubado por Rômulo, na grande área. Pênalti que Samuel converteu como manda o figurino: Fábio para o canto direito e a bola no lado esquerdo.

Após sofrer o gol, o Cruzeiro apresentou dificuldade na organização das jogadas, faltava velocidade e o meio-campo não conseguia criar oportunidades de gol. Já o Vitória passou a atuar no setor defensivo aguardando os contra-ataques.

O Cruzeiro teve apenas uma chance real de gol no primeiro tempo. Bruno José puxou o contra-ataque, entrou na área e cruzou rasteiro. Rafael Sóbis finalizou, e a bola entraria no gol não fosse o desarme do zagueiro Matheus Moraes.

Cruzeiro melhora, vira o jogo, mas cede o empate 

No segundo tempo, Vanderlei Luxemburgo realizou alterações por atacado. Sacou Rômulo, Flávio e Marcelo Moreno, e processou as entradas de Norberto, Giovanni e Marcinho. Rafael Sobis passou a ser o centroavante do time e o meio-campo passou a ter mais jogadores de criação.

As alterações deram resultado rapidamente. O Cruzeiro mostrou muito mais intensidade, e empatou aos quatro minutos. Cruzamento da esquerda, Wellington Nem ajeitou e Rafael Sóbis chutou com a perna esquerda.

O rendimento do Cruzeiro era bom. O time celeste era presente no ataque e não deixava o Vitória encontrar possibilidades dentro da partida. Tanta pressão celeste resultou no gol da virada. Giovanni recebeu na intermediária, arriscou de longe, contou com o desvio na defesa e a bola tocou na defesa antes de entrar nas redes.

O Cruzeiro estava com o jogo em excelentes condições para confirmar os três pontos. Contudo, aos 34 minutos, Samuel recebeu livre, passou por Fábio, e sem goleiro e com pouco ângulo, chutou forte para as redes celestes.

Na reta final, a pressão foi toda do Cruzeiro, que ocupou o setor ofensivo. O time celeste ainda teve a chance do gol da vitória após cabeceio de Ramon e grande defesa de Lucas Arcanjo. 

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais