Carregando...

Cruzeiro

Imagem: Divulgação/CSA

Cruzeiro sofre virada relâmpago e é derrotado pelo CSA

Com dois gols em dois minutos no primeiro tempo, o CSA virou e venceu por 2x1.

Por Guilherme Souza

CSA e Cruzeiro se enfrentaram na noite deste domingo, no Estádio Rei Pelé, em Maceió. Em jogo válido pela sétima rodada, o time alagoano bateu a Raposa por 2x1.

Na quarta-feira, o Cruzeiro vai encarar o Guarani, de Campinas, às 19h, no Mineirão. O CSA visita a Ponte Preta, no Moisés Lucarelli, no mesmo dia, às 16h30.

 APÓS INÍCIO ANIMADOR, RAPOSA LEVA DUCHA DE ÁGUA FRIA

A partida não poderia começar de uma forma mais otimista para o time celeste. Logo aos cinco minutos, na primeira chance do jogo, Marcinho cobrou escanteio e Felipe Augusto desviou para o fundo das redes.

O Cruzeiro dominava o meio-campo e não corria riscos. Contudo, na primeira descida contundente do CSA, Gabriel cruzou na medida para Iury, que cabeceou firme para empatar. Dois minutos depois, enquanto a defesa celeste ainda batia cabeça, Iury roubou a bola de Joseph e bateu direto, entre Fábio e a trave, virando o marcador.

O Cruzeiro sentiu bastante o golpe dos gols em sequência. A equipe sofreu bastante na reta final do primeiro tempo com bolas alçadas na área.

CRUZEIRO NERVOSO

A Raposa voltou para a segunda etapa sem qualquer inspiração para reverter o placar. A equipe demonstrou nervosismo em diversos pontos.

Mozart Santos tentou dar ‘sangue novo’ ao time. Para isso, promoveu várias entradas, entre elas, Claudinho e Thiago.

Contudo, a principal chance da Raposa foi aos vinte e quatro. Felipe Augusto soltou a bomba da entrada da área e Thiago Rodrigues espalmou.

Na reta final, o CSA ainda ampliou, mas não valeu. Cristovam bateu de fora da área, Fábio deu rebote e Bruno Mota fez o gol, mas a assistente assinalou impedimento.   

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais