Cruzeiro

  1. Esporte
  2. Cruzeiro
  3. Edu decide e Cruzeiro vence a primeira na Série B
Imagem: Staff Images

Edu decide e Cruzeiro vence a primeira na Série B

O próximo compromisso da Raposa será diante do Remo pela Copa do Brasil.


Por Guilherme Souza

Com um gol do artilheiro Edu, o Cruzeiro conseguiu sua primeira vitória na Série B. A Raposa bateu o Brusque por 1x0 no Mineirão. Foram os primeiros três pontos do time celeste no torneio.

O Cruzeiro volta a campo na próxima terça-feira (19), às 21h30, diante do Remo, em Belém, na partida de ida da terceira fase da Copa do Brasil.

CRUZEIRO SOFRE COM A FALTA DE ENTROSAMENTO

Com várias mudanças, o Cruzeiro sofreu com a falta de entrosamento. O técnico Paulo Pezzolano preservou apenas o sistema defensivo. No meio-campo entraram o garoto Miticov e o estreante Neto Moura, que formaram o trio com Willian Oliveira. No ataque, Rodolfo foi companheiro de Vitor Leque e Edu. Além disto, a transição ofensiva foi bastante lenta na primeira etapa.

A primeira grande chance veio aos vinte e dois, com Vitor Leque. Rafael Santos cruzou pelo lado esquerdo e o atacante chegou para cabecear, mas acabou tirando muito do goleiro, mandando para fora.

Algo que irritou muito o treinador celeste foi o excesso de cruzamentos buscando Edu e Rodolfo.

Em contrapartida, o Brusque explorava o erro dos donos da casa e descia em contra-ataques rápidos. Aos vinte e seis, Lucas Silva quase marcou. O atacante recebeu sozinho e chutou forte cruzado, mas  a bola foi para fora.

Depois dos trinta, a equipe catarinense se adiantou um pouco mais e passou a incomodar.  O meia Diego Jardel e o lateral-esquerdo Alex Ruan testaram o goleiro Rafael Cabral em chutes de longa distância, mas o camisa 1 defendeu as duas.

No último lance da primeira etapa, Rodolfo recebeu um passe açucarado de calcanhar de Edu, ficou de frente para a meta adversária, mas acertou a trave após a bola desviar na zaga. O lance foi invalidado pela arbitragem, mas não havia impedimento. Em caso da bola entrar, o gol da Raposa seria confirmado pelo VAR.     

'HOMEM GOL' DECIDE O JOGO

Na segunda etapa, o Cruzeiro teve menos oportunidades que no primeiro tempo. O Brusque se fechou bem e dificultou as ações. O erro no último passe também dificultou bastante.

O Brusque passou a acreditar na vitória um pouco mais. A equipe catarinense se lançou ao ataque proporcionando espaços maiores ao time celeste.

Em uma dessas descidas dos visitantes, Waguininho puxou contra-ataque aos trinta e seis, a bola sobrou para Edu. Ruan Carneiro defendeu na primeira, mas no rebote, a bola sobrou para Edu, que tirou goleiro e zagueiro, ficando com o caminho livre para decretar a vitória cruzeirense.

Colunistas

Carregando...

Enquete

Carregando...

Saiba mais