Carregando...

Cruzeiro

Imagem: Gustavo Aleixo/Cruzeiro

Em dia de despedidas, Cruzeiro empata com o Náutico no encerramento da Série B 2021

Com o resultado, o Cruzeiro encerrou a participação na Série B, em 11º lugar, com 48 pontos.

Por Vinícius Silveira

Em dia de despedidas e anúncio de novo reforço, o Cruzeiro encerrou a temporada 2021 empatando sem gols com o Náutico, no Estádio Mineirão, valendo pela 38ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Com o resultado, o Cruzeiro encerrou a participação na Série B, em 11º lugar, com 48 pontos. Porém, outras equipes ainda irão jogar e o clube celeste pode cair algumas posições na tabela de acordo com o resultados na rodada.

Cruzeiro domina o primeiro tempo 

No primeiro tempo, o jogo foi um de um time só. Embalado pelos torcedores celestes que lotaram as dependências do Mineirão, o Cruzeiro pressionou muito nos minutos iniciais. O time celeste jogou no campo ofensivo e procurou o gol o tempo todo. Porém, faltava capricho nas finalizações.

Na metade do jogo, o Cruzeiro reduziu a pressão, mas seguiu melhor em campo, com atuação segura do setor defensivo, e que só permitiu apenas duas finalizações do Náutico. Por outro lado, o goleiro do Timbu, Anderson fechou o gol em finalizações de Marcelo Moreno, Claudinho, Rômulo, Giovanni e Wellington Nem.

Pressão celeste é grande, mas o empate persiste 

Na etapa final, o Náutico resolveu sair um pouco da defesa, criar problemas para a defesa do Cruzeiro, mas não causou grandes problemas. Após um começo mais promissor do Timbu, o Cruzeiro retomou o controle do jogo para não perder mais.

O Cruzeiro criou muitas chances, o goleiro Anderson seguiu fazendo grandes defesas e sendo o principal responsável pelo placar em branco no Mineirão. O atacante Marcelo Moreno chegou a ter oportunidades frente a defesa, que em todas as investidas levou a melhor.

Para a alegria da torcida, o técnico Vanderlei Luxemburgo colocou Rafael Sóbis e Ariel Cabral, que estão se despedindo do clube. Em campo, ambos buscaram o jogo e seguiram com a qualidade que o Cruzeiro mostrava na partida. O volante argentino, inclusive, chegou a mandar uma bola na trave após cabecear uma bola na cobrança de falta, e finalizar com perigo depois de jogada construída por Vitor Roque.

Vitor Roque também perdeu uma ótima chance após passe na grande área. O jovem de 16 anos tentou um toque de letra, mas errou praticamente em baixo da trave.

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais