Cruzeiro

  1. Esporte
  2. Cruzeiro
  3. Em entrevista exclusiva ao 98 Esportes, Edinho Potsch explica venda de ações da SAF para Ronaldo Fenômeno
Imagem: Reprodução

Em entrevista exclusiva ao 98 Esportes, Edinho Potsch explica venda de ações da SAF para Ronaldo Fenômeno

O vice-presidente administrativo do Cruzeiro detalhou o acordo selado no último sábado.


Por Guilherme Souza

No último sábado, o Cruzeiro anunciou uma parceria que impactou o mundo do futebol. No processo de transformação em clube-empresa, a diretoria celeste anunciou a venda de 90% das ações da SAF Cruzeiro para o ex-atacante Ronaldo Fenômeno, que defendeu a Raposa na década de 90. Os valores giram em torno de R$ 400 milhões.

Em entrevista ao 98 Esportes desta segunda-feira, o vice-presidente administrativo do clube, Edinho Potsch, revelou os detalhes do acordo histórico.

“Nós tínhamos diversos perfis de investidores mapeados. A gente sempre falou que não era o cheque que importava. O cheque sim é importante, o valor é importante, só que o mais importante é que esse investidor tivesse um projeto para o Cruzeiro, que ele pudesse trazer uma expertise no mundo do futebol, pudesse trazer uma credibilidade, e que tivesse efetivamente um projeto para o Cruzeiro”, destacou Edinho sobre a escolha por Ronaldo.

Edinho garantiu que o clube não sofrerá mudanças no departamento de futebol.

“Eles já têm todas as informações do Cruzeiro. Não vai haver mudanças na diretoria do futebol. Não vai haver mudanças nesse processo”, garantiu o vice-presidente administrativo do Cruzeiro.

Sobre o pagamento da compra, Edinho explicou como será realizado o aporte financeiro.

“O primeiro aporte mediante a assinatura. A gente vai determinar alguns trâmites burocráticos para isso. A Sociedade Anônima do Futebol é uma nova empresa! Ela possui CNPJ próprio, ela possui natureza jurídica própria, ela possui uma diretoria própria. Então, todo o recurso relativo aos ativos de futebol que forem repassados à SAF, inclusive esse aporte, entre vários outros, vai para uma conta da Sociedade Anônima do Futebol. Ela não passa pelo Cruzeiro. Os diretores indicados pelo Ronaldo é que vão fazer a gestão e a prestação de contas”, explicou Edinho.     

Sobre o pagamento do transfer ban para voltar a registrar jogadores, Edinho revelou que já existe um planejamento para a quitação.

“A gente não tem uma data exata, mas a gente já está em conversas com os outros clubes. Até porque a gente tem um prazo. O Campeonato Mineiro só se inicia no dia 26 de janeiro. Então, até o dia 23 de janeiro, a gente tem o prazo de pagamento, de negociações, para registrar os jogadores para a disputa da competição.” 


Assista a entrevista na íntegra



Colunistas

Carregando...

Enquete

Carregando...

Saiba mais