Cruzeiro

  1. Esporte
  2. Cruzeiro
  3. Vice do Cruzeiro declara em nota: “Ronaldo é o melhor caminho”
Imagem: Divulgação/Cruzeiro

Vice do Cruzeiro declara em nota: “Ronaldo é o melhor caminho”

Lidson destacou a oportunidade que os conselheiros tem de conhecer as propostas contratuais de Ronaldo


Por Vinícius Silveira

O vice-presidente do Cruzeiro, Lidson Potsch Magalhães divulgou por meio da assessoria do Clube celeste pontuando situações que envolvem a reunião marcada com os Conselheiros no dia 4 de abril.

Lidson destacou a oportunidade que os conselheiros tem de conhecer as propostas contratuais de Ronaldo e os aportes financeiros que serão feitos pelo ex-jogador.

Teremos a oportunidade de conhecer os investimentos do acionista no futebol e, sobretudo, as cláusulas definitivas do contrato que, em comum acordo com os conselheiros presentes, serão firmadas e indicarão os aportes financeiros no Cruzeiro”.

Outro ponto que será destacado por Lidson em nota é se a recuperação judicial é a melhor saída para que o Cruzeiro quite as dívidas contraídas nos últimos anos, bem como a operação que envolve as Tocas da Raposa 1 e 2, centros de treinamento do clube.

Confira a nota divulgada pelo vice-presidente Lidson Potsch Magalhães

Aos Conselheiros e Torcedores do Cruzeiro Esporte Clube,

Estamos em um momento ímpar de nossa história, em que precisamos nos posicionar e estabelecer as ações que vão definir o presente e o futuro do nosso Cruzeiro. No dia 4 de abril de 2022, os conselheiros irão votar a legitimação da parceria com o Ronaldo, um dos maiores ídolos do Cruzeiro e empresário bem-sucedido no cenário mundial, após o Conselho Deliberativo decidir que a nossa Associação Desportiva é a primeira a adotar a Sociedade Anônima do Futebol no Brasil. Para consolidar o pioneirismo destes novos tempos vamos precisar de muito debate e conciliação, que sempre marcaram a nossa história vitoriosa.

Conforme previsto no Edital, teremos a oportunidade de conhecer os investimentos do acionista no futebol e, sobretudo, as cláusulas definitivas do contrato que, em comum acordo com os conselheiros presentes, serão firmadas e indicarão os aportes financeiros no Cruzeiro. É essencial que haja um intenso debate (inclusive antes da reunião) e, em especial, o esclarecimento dos benefícios da proposta, e que o consenso se sobreponha.

Ao longo da reunião, outro tema que será deliberado é sobre a alternativa de se autorizar a recuperação judicial para o Cruzeiro. Aqui, conheceremos qual a melhor opção para lidarmos com a grande dívida que contraímos, resultado das más gestões dos últimos anos. Já obtivemos o aval da justiça para centralizarmos os débitos e, agora, poderemos decidir se, de fato, a recuperação judicial é o melhor modelo financeiro para quitarmos a dívida.

No quarto item da pauta está prevista a autorização de operação de crédito destinada à reestruturação da dívida da Associação e as garantias de imóveis a serem concedidas para viabilizar a operação. Em linha semelhante, o tópico seguinte será a definição da possível operação imobiliária para a exploração das Tocas I e II, em favor do futebol profissional do Cruzeiro.

Neste ponto, é importante que o bom senso prevaleça para, de forma consensual, estabelecermos os valores e garantias que atendam à qualidade necessária para a gestão do futebol e as contrapartidas que permitam amortizar as parcelas tributárias do acordo com a Procuradoria Geral da Fazenda Nacional - PGFN. Segundo a Lei 14.193, a dívida tributária é exclusiva da Associação, sem solidariedade ou subsidiariedade da SAF.

Será votada também a obrigação da divisão em partes iguais, entre a SAF e a Associação, de lucro imobiliário que, eventualmente, vier a ser obtido na hipótese de venda das Tocas da Raposa I e II pela SAF. No último assunto da reunião, trataremos das permissões para que a SAF exerça as suas funções de exploração das atividades relacionadas ao futebol, sem a cessão definitiva da marca, e mantendo outras propriedades intelectuais com a Associação.

Creio que seja o momento de esquecermos as diferenças e disputas, que democraticamente sempre fizeram parte de nossa cultura para que, com a participação de vocês – conselheiros e torcedores - possamos garantir o presente e o futuro do Cruzeiro.

Acredito que, no cenário atual, com todas as dificuldades que a instituição vem passando, o Ronaldo é o melhor caminho para o nosso amado clube, não apenas por sua credibilidade no esporte, mas também pelo seu comprometimento como sócio estratégico do clube.

Neste momento, que antecede decisões tão relevantes para o futuro das nossas 5 estrelas, faço um apelo para que a diversidade que permeia o passado de glórias e títulos do Cruzeiro se reverta em um movimento único, que assegure, nos assuntos relacionados à alienação de imóveis, os 9/10 de votos previstos no Estatuto e, nos demais temas, a maioria simples de aprovação. Serão deliberações essenciais para garantir a sobrevivência e perenidade de nossa instituição.

Lidson Potsch Magalhães

Vice-presidente do Cruzeiro Esporte Clube

Colunistas

Carregando...

Enquete

Carregando...

Saiba mais