Carregando...

Esporte

Alencar da Silveira Jr explica solicitação para liberação de público no Mineirão

Deputado Estadual Alencar da Silveira Junior (PDT) participou do programa Arena 98, e detalhou como foi feita a solicitação e a organização em torno do evento, que só abrigará torcedores já vacinados contra a Covid-19.

Por Vinícius Silveira

Após a primeira partida da final do Campeonato Mineiro, onde América e Atlético empataram em 0 a 0, o deputado estadual e presidente do Coelho, Alencar da Silveira Junior solicitou ao governador do estado, Romeu Zema, e encaminhou o mesmo documento para o prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil, e o presidente da Federação Mineira de Futebol, que se receba no Mineirão 400 torcedores para acompanharem o segundo jogo da decisão mineira. Seriam 200 lugares para cada clube.

Alencar participou do programa Arena 98, e detalhou como foi feita a solicitação e a organização em torno do evento, que só abrigará torcedores já vacinados contra a Covid-19.

"Protocolei como deputado estadual. Entendo que está na hora que mostrar que tem uma luz no final do túnel. Nada melhor do que a gente mostrar para a população mineira, brasileira, um evento tão importante como a final do Campeonato Mineiro, mostrarmos que tem jeito e que esta pandemia vai embora daqui a pouco. Deixamos bem claro que colocamos apenas 400 pessoas. Era para ser 200, mas passamos para 400, mas que estejam vacinadas. O Gigante da Pampulha, que é um local para 50 mil torcedores, teremos somente 400, sendo 200 para cada time. A coordenação vai ficar por conta da Federação Mineira [de Futebol]. Falei com o presidente Adriano Aro, hoje cedo, nada melhor do que a gente ajudar, e aí veio depois a ideia de beneficiarmos torcedores da área da saúde, pessoas que estão dando tudo de si para cuidar da nossa gente. Então, melhor a gente mostrar que a pandemia vai passar, se vacinarmos, se houver o afastamento, usar máscara, vamos poder retornar para os estádios e nossa vida vai voltar ao normal".

Sobre a organização e se tal medida não colocaria em risco as pessoas que ainda não vacinaram contra a Covid-19, Alencar da Silveira Junior deixou claro

"Nós vamos ter o seguinte: hoje pelo celular você faz tudo. Com a tecnologia nós podemos levar profissionais no 'Qrcode', com a entrada e o portão marcado, com lugar garantido, com distanciamento, e são profissionais que vão ficar por ali. Um detalhe: nós podemos perfeitamente testar todos aqueles que já estão testados, que vão trabalhar no Mineirão. Todos aqueles que estiveram no Independência, na última semana, trabalhando ou não, eles foram testados. Nada mais justo que testar todo mundo e todos que forem entrando, vai fazer o teste rápido na hora. Entendo que é polêmico, a vida nossa nesses 33 anos de vida pública, nos nove mandatos que eu tenho consecutivos, sem foram voltados para a polêmica. Acho que nada mais justo agora que a gente aproveitar uma final importante, de mostrar para a população inteira que daqui a pouco vai passar esta situação [pandemia da Covid-19], e nada melhor do que se vacinar. É um incentivo para quem não quer vacinar. Você tem a vacina chegando aí, porque nós vamos voltar ao normal".

Confira a entrevista na íntegra


Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais