Carregando...

Esporte

Imagem: Estevão Germano/América

América leva virada nos acréscimos e segue sem vencer na Série A

Após boa atuação na primeira etapa, o Coelho sofreu o segundo gol no último lance da partida.

Por Guilherme Souza

O América visitou o Palmeiras na manhã deste domingo, no Alianzz Parque, em São Paulo. Em duelo válido pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro, o Coelho foi superado por 2x1. Geovane abriu o placar para o América, mas Willian, duas vezes, virou o placar.

O próximo compromisso do América será na quinta-feira, às 16h, diante do Juventude, no Independência. O Palmeiras visitará o Red Bull Bragantino na quarta-feira, às 19h, em Bragança Paulista.


DOMÍNIO AMERICANO NO PRIMEIRO TEMPO

A primeira etapa foi marcada por um domínio predominante do América. Com autoridade, a equipe dominou o meio-campo e assumiu o controle da partida. 

O Coelho empilhou chances perdidas nos primeiros trinta minutos. Em descidas rápidas pelo lado esquerdo, Geovane dava trabalho para a defesa paulista. Aos quinze minutos, o meia arriscou e a bola passou por toda a extensão da pequena área, com muito perigo. 

Ademir e João Paulo também criaram boas oportunidades, mas a bola acabou indo para fora. O Palmeiras pouco produzia. 

Aos trinta e sete, em um chute de rara felicidade, Geovane marcou um golaço e fez justiça, colocando o América na frente. Contudo, após a saída de bola, trinta segundos depois, em uma desatenção, Willian apareceu livre na área para empatar. 

O América não se abateu com o gol do adversário. Antes do fim da primeira etapa, Renan fez pênalti em Rodolfo, e o VAR assinalou. No entanto, Ademir cobrou fraco, no canto direito de Jailson, que fez a defesa.


AMÉRICA LEVA CASTIGO NOS ACRÉSCIMOS 

No segundo tempo, o América voltou bem postado, se defendendo bem. Contudo, não conseguia repetir a postura ofensiva do primeiro tempo.

Jori garantia o empate, sendo o nome do jogo. As duas principais chances até então foram com Luiz Adriano e Deyverson. Aos trinta e quatro, Luiz chutou para a defesa de Jori. E um minuto depois, Deyverson acertou a trave. 

Mas o castigo americano viria nos acréscimos. Anderson falhou feio, saiu jogando errado, Raphael Veiga recuperou a bola, tocou para Willian, que mandou no ângulo.

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais