Carregando...

Esporte

Imagem: Vinnícius Silva/Cruzeiro

Após tentativas de acordo, Edilson aciona Cruzeiro na justiça cobrando R$ 9,2 mi

Em contato com a equipe da Rádio 98, o jogador revelou que tentou inúmeros acordos com a diretoria celeste para não acionar o clube na Justiça do Trabalho.

Por Thais Santos

O lateral-direito Edilson entrou na justiça contra o Cruzeiro, cobrando o valor de R$ 9.275.602,39 referente a negociação feita entre o clube e o jogador em junho de 2020, no período em que foi feita a rescisão contratual do atleta. De lá para cá, foram várias tentativas de acordo, considerando as dificuldades financeiras do clube e nenhum deles foi cumprido. O jogador alegou em contato com a equipe da Rádio 98 que não queria acionar a Raposa na justiça, mas com o não cumprimento dos vários termos propostos não restou outra opção:


“Eu tentei de todas as formas não colocar o clube na justiça, fiz o acordo quando me mandaram embora para isso, porque realmente não queria chegar a esse ponto.”


A primeira audiência na Justiça do Trabalho será realizada no dia 14 de julho. Do valor total cobrado, R$ 5.377.160,81 são referentes aos valores do acordo não pagos pela diretoria celeste, R$ 2.688.580,40 de multa e mais R$ 1.209.861,18 de honorários dos advogados que fazem a defesa do atleta.

Edilson chegou ao time celeste em 2018 e permaneceu na Raposa até junho de 2020, quando se transferiu para o Goiás após sua rescisão. Com a camisa celeste foram 73 jogos e 3 gols marcados, além dos títulos da Copa do Brasil de 2018 e dos estaduais em 2018 e 2019. 

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais