Carregando...

Esporte

Atlético perde para o Santos na Vila Belmiro

Arthur Gomes e Marinho, duas vezes, marcaram os gols do Santos. Alan Franco balançou as redes a favor do Galo.

Por Vinícius Silveira

Foto: Ivan Storti/Santos

O Santos venceu o Atlético por 3 a 1, na Vila Belmiro. Os gols santistas foram marcados por Arthur Gomes e Marinho, duas vezes. O Galo descontou com Alan Franco.

Com o resultado, o Atlético perdeu a chance de dormir na liderança do Campeonato Brasileiro e caiu para o quarto lugar, com 15 pontos. O Santos se aproximou do G-4 e está em sexto lugar, com 14 pontos.

Na próxima rodada, o Santos fará o clássico contra o São Paulo, sábado (12), às 19 horas, na Vila Belmiro. O Atlético receberá o Red Bull Bragantino, domingo (13), às 18 horas, no Mineirão.

EXPULSÃO E FALHAS DETERMINAM O PRIMEIRO TEMPO

No primeiro tempo, o Atlético começou com intensidade e pressionando o Santos. O Galo criou oportunidades desde o minuto inicial, mas errava nas finalizações. Por sua vez, o time santista aguardava espaços deixados pelo alvinegro para aproveitar a velocidade de Marinho e Soteldo nas pontas do campo.

Mas, a história do jogo começou a mudar aos 15 minutos. Após passe errado de Mariano, o atacante Marinho tomou a frente com liberdade. O goleiro Rafael saiu precipitadamente do gol e cometeu falta quase no meio-campo. O árbitro Wagner do Nascimento Magalhães não teve dúvida e expulsou o camisa 32 do Galo.

Aos 21 minutos, o Santos abriu o placar. Arthur Gomes pegou a bola, partiu para cima da zaga do Galo, entrou na grande área e bateu rasteiro. O goleiro Victor, que entrou no lugar de Marrony para suprir a ausência de Rafael, tentou a defesa e falhou incrivelmente.

O Atlético demorou a se reorganizar em campo, e o Santos não aproveitou a superioridade numérica. Aos 34 minutos, Jobson, volante improvisado na zaga, falhou na saída de bola e deu passe de graça para Eduardo Sasha. O ex-santista puxou o contra-ataque e serviu a Alan Franco, que chegou batendo para o gol. A bola desviou em Alex e tirou João Paulo do lance. É o empate atleticano!

Porém, os atleticanos não tiveram nem tempo de comemorar. Aos 38, Sanchez lançou Madson, que cruzou rasteiro para Marinho desempatar o jogo. Até o final do primeiro tempo, o cenário não mudou.

SANTOS FECHA O PLACAR COM GOL DE PÊNALTI

Na etapa final, os dois times sofreram uma queda na atuação em campo. Sampaoli apostou na velocidade de Keno e Marquinhos para incendiar a equipe, mas o resultado não foi o esperado.

O Santos manteve a mesma estratégia de jogo do primeiro tempo. Ficou na defesa aguardando uma brecha ou um erro do Atlético. Mesmo com a queda na atuação atleticana, o time santista não soube aproveitar.

O Atlético valorizou a posse de bola, mas não evitou os chutões desnecessários, que marcaram a apresentação ruim que o Galo teve no segundo tempo.

Mesmo com a entrada de Hyoran, a atuação do Atlético não melhorou. Já o técnico Cuca promoveu a entrada dos garotos da base santista que estavam no banco de reservas, mas a proposta de jogo do Santos não mudou mesmo com o time renovado. 

No entanto, com sete minutos de acréscimo, ainda teve tempo de o árbitro marcar pênalti de Junior Alonso em Marinho. Na cobrança, Marinho deslocou Victor para o canto esquerdo e a bola foi para o lado direito.

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais