Carregando...

Esporte

Com atuação apática, Cruzeiro perde para o Sampaio Corrêa e se complica na Série B

Com um gol em cada tempo, o Sampaio Corrêa venceu o Cruzeiro por 2x1 no Mineirão. Foi o primeiro triunfo da equipe maranhense na história do confronto.

Por Guilherme Souza

Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro

Cruzeiro e Sampaio Corrêa se enfrentaram na noite desta quinta (8), no Mineirão, em partida válida pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. A Raposa foi superada por 2x1. Roney abriu o placar para os maranhenses, Manoel empatou para o Cruzeiro e Caio Dantas confirmou a vitória do Sampaio Corrêa.

Com o resultado na partida que era confronto direto, o Sampaio Corrêa deixou a zona de rebaixamento e agora é o 15º colocado, com 14 pontos. A Raposa, por sua vez, caiu para o 18º lugar, com apenas 11 pontos.


PRIMEIRA ETAPA

O Cruzeiro começou a partida de forma apática, com pouca inspiração e aceitando as primeiras investidas do adversário.

Aos seis minutos, o time maranhense assustou pela primeira vez. Após cruzamento na área, André Luís cabeceou e Fábio evitou o primeiro gol.

Aos doze minutos, não teve jeito! Após jogada de Luís Gustavo, Roney recebeu e chutou forte para abrir o placar.

A Raposa estava irreconhecível em campo e não conseguia criar nenhuma jogada trabalhada. Quando tentava algo, acabava errando pela forma afoita que o time tentava finalizar.

Aos vinte minutos, após jogada de Arthur Caíke, Sassá apareceu de frente para o gol e acabou finalizando pra fora, perdendo grande chance. Após a primeira chance criada, o time passou a tentar o jogo de forma discreta. A lentidão da transição da defesa até o ataque chamava a atenção e atrapalhava bastante.

O Sampaio Corrêa, por sua vez, seguia assustando nos contra-ataques. Aos trinta e quatro, Pimentinha apareceu livre pela direita e errou o último passe, para a sorte celeste.

Aos quarenta minutos, veio o alento cruzeirense. Após levantamento na área em cobrança de falta, Manoel subiu mais que todo mundo e cabeceou firme para encobrir o goleiro Gustavo e deixar tudo igual.


SEGUNDO TEMPO

Na segunda etapa, a tônica da partida permaneceu a mesma. O Cruzeiro com pouca inspiração e entregue em campo.

O empate obtido no fim da primeira etapa não parecia elevar o astral da equipe, que pouco ia ao ataque.

O Sampaio Corrêa seguia buscando espaços em investidas pelos lados, sobretudo, com a grande atuação do habilidoso Pimentinha.

Aos treze minutos, após jogada tranquila de Pimentinha, Caio Dantas recebeu, dominou e bateu firme para desempatar a partida e fazer o segundo gol do Sampaio.

Após o segundo gol do adversário, o Cruzeiro partiu pra cima no desespero, sem qualquer tipo de organização. E na base do abafa, acabou tendo a grande chance na partida. Após chute de Sassá e defesa do goleiro, Thiago finalizou em cima da zaga, que protegia o gol. No rebote, Maurício finalizou por cima.


QUEBRA DE TABU

A vitória por 2x1 foi o primeiro triunfo do Sampaio Corrêa contra o Cruzeiro na história. As duas equipes haviam se enfrentado por duas vezes, sendo uma vitória cruzeirense e um empate.


 

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais