Carregando...

Esporte

Com gol de Ramon, Cruzeiro derrota o Vitória no Barradão

O Cruzeiro se manteve na 11ª posição, com 38 pontos, e está a seis pontos dos quatro primeiros da Série B.

Por Vinícius Silveira

Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro

O Cruzeiro venceu o Vitória, por 1 a 0, no Estádio Barradão, e se aproximou ainda mais do G-4 da Série B. O gol do time celeste foi marcado pelo ex-rubro-negro Ramon, no final do primeiro tempo. A partida valeu pela 28ª rodada.

Com o resultado, o Cruzeiro se manteve na 11ª posição, com 38 pontos, e está a seis pontos dos quatro primeiros da Série B. Além, a diferença para Z-4 aumentou para dez pontos. Na próxima rodada, o time celeste receberá o CSA, no Independência, terça-feira (15), às 21h30.

TIME CELESTE MARCA NO FINAL DO PRIMEIRO TEMPO

O técnico Luiz Felipe Scolari escalou Jadson para substituir Jadsom Silva, suspenso, e ainda contou com a volta de Airton no ataque. Mesmo com as mexidas em relação ao último jogo, o Cruzeiro novamente não atuou bem.

Por sua vez, o Vitória também pouco produziu, mas chegou a finalizar mais que o Cruzeiro na etapa inicial. A única grande defesa surgiu em uma cobrança de falta por Vico, que Fábio colocou para escanteio.

O Cruzeiro não deu trabalho para o goleiro Ronaldo na etapa inicial. Peca nos passes e aceitava que o Vitória tivesse maior posse de bola, com o time celeste aguardando a chance dos contra-ataques.

No encerramento da etapa inicial, o goleiro Ronaldo sofreu uma lesão na coxa e precisou sair. Yuri entrou em seu lugar e nem sequer fez a primeira defesa e já sofreu o primeiro gol. Após cobrança de escanteio por Filipe Machado, o zagueiro Ramon, ex-Vitória, apareceu livre para cabecear a bola no canto direito.

CRUZEIRO MELHORA, MAS NÃO ALTERA O PLACAR

No segundo tempo, o Cruzeiro melhorou. Teve maior posse de bola e passou a finalizar mais, ainda que sem dar grande trabalho ao goleiro Yuri O Vitória retornou com a mesma postura da etapa anterior, mas estava pouco reativo e não deu trabalho ao goleiro Fábio.

A situação do Cruzeiro ficou ainda melhor com a expulsão do volante Lucas Cândido após cometer falta no meia Giovanni, que entrou na etapa final e fez a estreia com a camisa celeste. Com um jogador a menos, o time baiano apenas tentava, mas parava na boa atuação da defensiva celeste.

No final do jogo, o Cruzeiro ainda teve uma grande chance com Welinton, que saiu em velocidade, passou pelo goleiro Yuri, mas perdeu o ângulo e o gol da vitória celeste.

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais