Carregando...

Esporte

Com gol no fim, Cruzeiro empata com o Náutico nos Aflitos

O resultado manteve o Cruzeiro na zona de rebaixamento do Brasileirão da Série B. Próximo jogo será contra o Paraná, sexta-feira, no Mineirão.

Por Vinícius Silveira

Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro

Pela 18ª rodada do Brasileirão da Série B, o Cruzeiro empatou com o Náutico, por 1 a 1, no Estádio dos Aflitos, em Recife. Vinícius abriu o placar para o Timbu, mas o time celeste empatou com Airton.

Com o resultado, o Cruzeiro permanece na zona de rebaixamento, em 18º lugar, com 17 pontos. Caso vencesse, o time celeste terminaria a rodada fora do Z-4.

Próximo jogo do Cruzeiro será contra o Paraná Clube, sexta-feira (30), às 21h30, no Mineirão. O jogo encerrará o turno do Campeonato Brasileiro da Série B.

CRUZEIRO COMEÇA BEM, MAS É O NÁUTICO QUE ABRE O PLACAR

No primeiro tempo, o Cruzeiro tomou a iniciativa da partida. Apostava na velocidade de Arthur Caíke e na armação de jogadas com Marquinhos Gabriel e Régis. O Náutico não produzia tanto e as iniciativas do Timbu buscavam Vinícius e Jorge Henrique, mas paravam nas boas atuações de Caça e Ramon na defesa celeste. 

A primeira grande chance foi no chute de Arthur Caíke, que exigiu boa defesa de Jefferson. O Cruzeiro seguia melhor, mas foi o Náutico quem abriu o placar. Aos 21 minutos, Vinícius recebeu na esquerda, encarou a marcação, trouxe para a perna direita e chutou rasteiro no canto de Fábio. 

Após o gol do Náutico, o Cruzeiro pouco produziu, errou frequentemente no último passe, favorecendo ao Timbu. O time de Recife quase fez o segundo gol com Kieza, que disputou com a zaga celeste, ganhou do goleiro Fábio, mas não conseguiu finalizar. Na sobra, Ramon tirou a bola em cima da linha. 

FELIPÃO MUDA, MAS TIME RESPONDE SÓ NO FINAL DO JOGO

No intervalo, o técnico Luiz Felipe Scolari sacou Matheus Pereira e Marquinhos Gabriel e entrou com Patrick Brey e Sassá. Na prática, a alteração fez com que o Cruzeiro caísse de produção. O Náutico saiu mais para o ataque, os laterais se aproximaram do setor ofensivo e levaram perigo a defesa celeste. 

Aos sete minutos, o Náutico quase fez o segundo gol. Erick aproveitou a falha da zaga celeste, saiu frente ao goleiro Fábio e finalizou. Cacá evitou que a bola entrasse em cima da linha. 

O Cruzeiro tinha velocidade, mas a criação não acontecia. O time celeste só finalizava em chutes de longa distância. Jogadas trabalhadas não terminavam em arremate ao gol de Jefferson.  

Após muito tentar, veio o empate do Cruzeiro. Aos 40 minutos, Patrick Brey aproveitou o espaço deixado no lado direito da defesa do Náutico. Fez o cruzamento para Airton, que se posicionou como centroavante e escorou de cabeça, no canto esquerdo de Jefferson. 

Nos minutos finais, o jogo ficou em aberto, com os dois times apostando no contra-ataque, mas ninguém finalizou com perigo.

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais