Carregando...

Esporte

Cruzeiro determina prazo de 15 dias para Guzmán se apresentar no clube

O Cruzeiro determinou o prazo de 15 dias para que o atleta se apresente na Toca da Raposa II, caso isso não ocorra o clube levará o caso à FIFA.

Por Thais Santos

O presidente do Envigado, Ramiro Ruiz, concedeu ontem uma entrevista para o programa Gente, Pasión Y Fútbol, da emissora Telemedellín e falou sobre a situação polêmica do meia Yeison Guzmán com o Cruzeiro.

O Cruzeiro anunciou a contratação do jogador no dia 15 de abril e já havia enviado ao Envigado toda a documentação em que constavam informações como salário, premiações, tempo de contrato e outros detalhes. Uma semana depois do anúncio, Guzmán desistiu do acerto com a Raposa. O dirigente da equipe colombiana disse que acredita que a equipe mineira usará a assinatura de pré-contrato para recorrer à justiça:


“Para o Cruzeiro, reitero, consolida-se através da oferta um possível contrato. Obviamente, esse documento está avalizado por Envigado por ele ter aceitado, naquele momento, a oferta e a negociação entre os clubes. Esperamos que ocorra o melhor para o jogador, que tem contrato com Envigado até 2024 e agora está conectado conosco e focado numa grande pré-temporada”.


Ramiro Ruiz também revelou durante a entrevista que o Cruzeiro determinou o prazo de 15 dias para que o atleta se apresente na Toca da Raposa II, caso isso não ocorra o clube levará o caso à FIFA:


“Temos avaliado, em relação à parte jurídica, que não é uma demanda ainda. Yeison tem um requerimento por parte do Cruzeiro para que se apresente em 15 dias. Internamente, temos avaliado e é possível que, se ele não se apresentar, tenha uma demanda posterior na Fifa. E, obviamente, a equipe que o contratar , Envigado será solidário - se é que a Fifa atenderá a essa demanda”.


O repórter Adroaldo Leal da Rádio 98, apurou junto ao Cruzeiro que não existe contrato assinado com Yeison, no entanto, foi assinado um documento com a proposta feita pelo clube mineiro e o aceite do jogador teria validade de contrato de acordo com a interpretação jurídica da Raposa.

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais